Arquivos

quarta-feira, 17 de março de 2010

Beira-Mar apoia eventual recandidatura de Hermínio Loureiro

Alberto Roque defendeu ontem a O JOGO que "Hermínio Loureiro reúne todas as condições para se recandidatar" à presidência da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP). Numa altura em que vários nomes são apontados como candidatos, o representante do Beira-Mar na direcção da LPFP foi claro: "Os putativos candidatos de que se fala não passam disso mesmo, putativos. Não é candidato quem quer, é candidato quem os clubes quiserem". De acordo com Alberto Roque, "a maior parte dos clubes da Liga Vitalis e outros da Liga Sagres" reconhecem o trabalho feito por Hermínio Loureiro.
-
"É uma pessoa de bom senso, capacidade de liderança e que percebeu o drama dos clubes, sobretudo os da Liga Vitalis. Apesar das suas obrigações, estou certo que também sentirá "obrigação", com o apoio dos clubes, de continuar à frente da LPFP. Ele sabe que num mandato é impossível colocar em prática toda a estratégia para desenvolver o futebol profissional e vai arranjar motivação para um segundo mandato", referiu Alberto Roque.
-
O dirigente, que considera "globalmente positivo" o desempenho dos órgãos sociais da LPFP, desvalorizou a onda de críticas à actuação da Comissão Disciplinar. "As decisões resultaram dos regulamentos. Se os regulamentos não estão correctos, compete aos clubes alterá-los", concluiu.
-
António Regala assume objectivo de subir de divisão
-
António Regala disse ontem que "o objectivo da época alterou-se" em função dos resultados e que o Beira-Mar "tem de assumir a subida de Divisão". O líder da Comissão Administrativa enalteceu "o grupo de trabalho e a liderança do treinador Leonardo Jardim" para justificar a boa campanha na Liga Vitalis. "A subida de divisão será muito importante para o futuro do Beira-Mar", disse.
-
Entretanto, e para compensar a paragem da Liga no próximo fim-de-semana, os aveirenses defrontam no sábado de manhã a Académica, em Coimbra.
-
in O JOGO (aqui e aqui)

4 comments:

Anónimo disse...

H L é o homem certo no lugar certo.

Nuno disse...

Será? Na luta pelo lugar está em jogo a defesa a)dos grandes e b) dos pequenos e médios clubes.
Sabendo quem apoia quem, saberemos quem se propõe defender o candidato. Se a regeneração do futebol ou a promiscuidade reinante desde a sua criação.
O SCBM terá de apoiar alguem que tenha o apoio da maioria dos clubes médios, com aspirações a jogar na 1ª liga, e não pode andar a reboque dos grandes. SE necessário contra os grandes, apoiando uma 3ª candidatura alternativa às 2 que vão aparecer patrocinada pelos grandes do costume.

Anónimo disse...

No Futebol, normalmente quem executa trabalho sério é rejeitado.
Não acredito, sobretudo os três grandes, apoiem o Herminio, eles estão desejosos em voltar a controlar.
Rui Sá

Anónimo disse...

Assumir esta Candidatura neste momento crucial da Epoca é colocar uma pressao boa nos jogador... sentem que alguem vindo de ''cima'' dá aso a ambiçao do grupo mexe-lhe no ego... de que nao estao contra as expectativas, mas a caminhar de encontro as espectativas em redor do grupo. Beira ale!!!!