Arquivos

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Momento de ganhar!

Dizem as estatísticas que o Sporting é a equipa, dos “Três Estarolas”, que menos levamos de vencida. Ao longo de 50 anos (foi na época 61/62 que o nosso clube se estreou no escalão maior) derrotámos mais vezes o Benfica e FC Porto (quer cá, quer lá) do que os “Marialvinos” que, em 51 vezes, somente vencemos por 3 ocasiões. A última vitória aconteceu há precisamente 20 anos, na longínqua temporada de 1991/92, tendo o Beira-Mar triunfado por 1-0, com um golo de Bira, aos 43 minutos. Nessa época, numa competição a 18, quedámo-nos pelo 8º posto. Além do Sporting levou, igualmente, de vencida o Benfica e o Boavista (2º e 3º classificados, respectivamente), em Aveiro, ambos por 2-1.
Curiosidade, ou não, parece que estamos predestinados a conseguir vitórias ante os “lagartixos” de 20 em 20 anos, isto porque há exactamente 40 obtivemos a única vitória em Alvalade: foi na época de 1971/72 e vencemos, categoricamente, por 0-1, tendo sido o Sporting o primeiro “grande” a cair perante o Beira-Mar: Nelinho aos 44 minutos apontou o único golo da partida.
Pelo meio, em 1975/76, conseguimos a outra vitória, desta feita por 2-1, com tentos de Sousa e Quim, para o Beira-Mar, e Manuel Fernandes para os visitantes.
As maiores goleadas nestes confrontos é de 4-0, que aconteceu por duas vezes: em 1972/1973 e 1976/1977.
Há pouco menos de um ano, em fim-de-semana de Carnaval, o Beira-Mar, na última visita ao “Sportem”, e na estreia do “treinador” Rui Bento, perdeu por 1-0, com um golo obtido através de uma grande penalidade polémica convertida por Matías Fernández, aos 77 minutos (para nosso azar Bojinov ainda não morava em Alvalade).
Volvidos 40 anos sobre a primeira vitória, e logo em Alvalade, e passados 20 desde a última, chegou o momento de arrecadar de novo um triunfo, aproveitando a “guerra” que estalou em Alvalade entre “médicos, fadistas, carpinteiros e… búlgaros”. Assim o desejamos: forza ragazzi!

10 comments:

C. Silva disse...

Força Pedro, continua. Comentários destes são dignos dos bons Blogs.
Gosto da tua escrita apesar de alguns estarolas se sentirem ofendidos. Estes comentários não têm nada de ofensivo comparados com o daqueles coimbrinhas que "asquo" se chamam Cunimbriga-Nunca

Anónimo disse...

1-0, de penalty (inexistente, claro)aos 89 minutos.

E o árbitro vai ser o Carlos Xistra, querem apostar?

Anónimo disse...

A sad tem que ganhar é juizo.

Anónimo disse...

Tem é que ter dinheiro.

Anónimo disse...

Tem um erro na linha 10 >> quedamo-nos...

vitor disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Soares de Castro disse...

Gostei do último parágrafo. Não gostei do estilo carroceiro com que o post está escrito, o que parece, aliás e lamentavelmente, o estilo do autor. E se de repente nos blogs afectos ao nosso próximo adversário nos começarem a tratar por narros, moles ou outros mimos semelhantes, gostamos?...Eu, pelo menos, não gostaria. De resto, não vejo diferença para os blogs de Coimbra quando nos mimoseiam com as faltas de nível que sabemos. Para mim, desnecessário e lamentável este estilo.

vitor disse...

Quando chegarem a casa lá se vão os calendários.

Saudações leoninas.

Pedro Nuno Marques disse...

Caro anónimo das 9h09,

Não há erro algum: quedámo-nos, do ver quedar (ficar).

Anónimo disse...

Ganda Nuno.
Da-lhes!