Arquivos

quarta-feira, 28 de março de 2012

Duas notas... dos jornais


O Beira-Mar, um clube que costuma ter uma postura ética irrepreensível, resolveu atacar um árbitro depois de ter perdido um jogo por 0-3. Ora vejamos as notas desse árbitro segundo o Record, A Bola, Correio da Manhã e Rádio Renascença... Bem, foi um árbitro com classificação positiva em todos eles. A análise de António Campos no Record e os comentários dos jornalistas afinam pelo mesmo diapasão. As pressões devem ser comunicadas "antes" e não "depois" para não cairmos no ridículo...


Quanto ao Relatório e Contas, ficamos a saber de antemão que "o nosso saldo é positivo. A previsão do balanço diz-nos que liquidaríamos todo o passivo num prazo de seis anos se os nossos credores tivessem aceite as nossas propostas".

Gostava de dar duas informações à direcção:
a) "A previsão do balanço" não vos diz nada. Este é o último relatório pré-SAD. Já não haverá vendas do Kanu para diminuir passivos, já não haverá verbas dos jogadores (pois nada foi protocolado entre SCBM e SAD), já só os 140 mil euros de quotas (que a 3 milhões de passivo, ainda demorará a pagar, mas chegaremos lá).
b) O passivo seria responsabilidade do investidor. Era a condição para existir SAD. É para não esquecer.

Continuo a defender para o clube uma verdadeira "reunião de reconciliação de clube". Onde todos falem abertamente para em seguida trabalharmos para o bem comum. Caso contrário, é melhor preparar a inscrição do "Beira-Mar 1922 Sportivo" nas distritais. O sr. Majid Pyshiar agora só investe no Beira-Mar, já saiu do Servette. Veremos até quando "aqui" está.

ACTUALIZAÇÃO: Na Bola, António Regala afina pelo mesmo diapasão. Irei à AG do Beira-Mar exigir maior respeito pelos sócios. Se para enviar uma acta ou outros documentos, lembram sempre que são documentos internos, e levantam problemas, então os sócios não merecem o respeito de serem os primeiros a saber das contas?

16 comments:

Francisco Dias disse...

O próprio Sérgio Loureiro escreve no Diário de Aveiro que a actuação do árbitro foi positiva.

Jorge Greno disse...

Não assisti ao jogo mas ouvi o relato na Terranova. Os penaltis foram classificados como ingenuidade dos jogadores do Beira-Mar.

Anónimo disse...

esvaziar assembleia não apaga as asneiras que continuam a ser um regalo como os ultimos dias provam num jornal

Anónimo disse...

Fiquei estúpido a ler o Record.
Estava para ir à assembleia mas já não vou. Fartei-me "deste" Beira-Mar.
Vou começar a aproveitar os domingos para passear com a familia.
O Beira-Mar foi um vício durante muitos anos mas já chega.

Anónimo disse...

É ler a Bola que é muito informada sobre o Beira e tá lá tudo

Anónimo disse...

Dirigentes com esta visão...

Anónimo disse...

mas as contas já foram aprovadas? e se forem reprovadas? e que legitimidade tem as contas que deviam ser apresentadas quase um ano atras? isto é um regabofe que até enoja

Rui Almeida disse...

independentemente do miserável jogo que o beira-mar fez,a exebiçao do sr Jorge Sousa foi das piores que já vi,até mesmo provocante para com a instituiçao,parece que estao a querer tapar o sol com a peneira,os jornais desportivos já sabemos como são,quando nao "roubam" sporting benfica e porto,sao àrbitros 5 estrelas!

Puskas disse...

O capitão do Beira-Mar Hugo tem sido voz altamente crítica com o desempenho dos árbitros. O capitão do Beira-Mar Hugo é considerado neste blog o Grande Líder. Onde está a coerência?

Puskas disse...

E já agora, o clube de postura ética irrepreensível: "As declarações de Mano Nunes, no final do jogo com o Setúbal, tiveram a repercussão pretendida. O presidente da Direcção do Beira-Mar está consciente de que pode ser alvo de um processo disciplinar e diz já estar habituado, mas agora o importante é a solidificação do Beira-Mar na SuperLiga A arbitragem de Nuno Almeida, ao jogo Beira-Mar-Setúbal, motivou mais uma reacção do dirigente máximo do clube «auri-negro». Mano Nunes não gostou do que viu no passado domingo e «disparou» contra a arbitragem, chamando inclusive imberbe e inexperiente ao árbitro algarvio. O presidente do Beira-Mar sabe que pode vir a ser castigado, diz que «já estou habituado, são medalhas»

É só um pequeno exemplo. Pela boca morre o peixe.

Anónimo disse...

as contas foram aprovadas
sim senhor

Joao Oliveira disse...

Puskas,

Quando me referia a postura ética, não estava a falar da questão árbitros, onde TODOS os clubes alinham pelo memso diapasão...

Refiro a questão "inter pares". Quando se acusa um clube de aliciamento de jogadores à posteriori, o assunto é grave. E é sobre isso que me referia.

Anónimo disse...

E onde se falou em aliciamento? Que adeptos são estes que perante a evidencia das imagens recorrem a analises deturpadas para poderem continuar na senda da critica destrutiva? Mas se calhar só se pode esperar isto de quem se movimenta entre a política e o desporto. Só falta uma passagem pela igreja e pela maçonaria

Anónimo disse...

Não se diz alinham pelo mesmo diapasão, mas sim afinam

Joao Oliveira disse...

Anónimo das 11.46, obrigado pela correcção.

Anónimo das 10.46

Já é hábito, quando não se sabe argumentar, tentar atacar quem escreve. Mas já agora, posso-lhe dizer que su católico e crente. Maçonaria? Porque não?

" É revelador que elementos da estrutura do Nacional tenham durante a semana contactado com alguns jogadores do Beira-Mar, numa tentativa de criar instabilidade e de os afectar emocionalmente para o jogo. A menos que alguém ache normal que uma pessoa só se lembre que a outra existe numa das 52 semanas que o ano tem – e este, por acaso, até é bissexto e terá mais um dia."

Reconhece este texto? Sabe, só falta a palavra aliciamento, que segundo o Dicionário é "aliciar
verbo transitivo
1. atrair com falsas promessas
2. induzir; incitar
3. seduzir
4. subornar
"

As pessoas pensam logo no ponto 4... Eu não.

Antonio disse...

Concordo