Arquivos

quarta-feira, 3 de agosto de 2005

Jogo de apresentação

Vamos por partes:
- A primeira nota negativa vai para o pouco público que presenciou a apresentação oficial da equipa. Os motivos que podem ajudar a explicar esta ausência de gente nas bancadas podem estar relacionados com o dia (de trabalho) e hora (de jantar) neste início de Agosto (período de férias para muitos). Ainda assim, esperava mais de um milhar (pelo menos?!) de assistentes. No entanto, não se ultrapassaram as 800 entradas. Este foi o primeiro contacto a "sério" entre jogadores/estádio/massa associativa e acho que a empatia entre estes "agentes" não foi a melhor. Imagino que para os atletas não seja especialmente motivador participar numa partida a feijões, num estádio frio (há alguém que continue a dizer que as cadeiras às cores "aquecem" o ambiente?!) , para agradar a "meia dúzia" de gatos pingados que fomos os que lá estivemos. Estas "apresentações oficiais" de futuro devem ser revistas pois a sensação que me deu ontem é que estavamos todos a fazer um frete: jogadores e público.
-A segunda nota prende-se com a organização do jogo. Pelo que sei, alguns sócios com as quotas devidamente actualizadas tiveram dificuldades nos torniquetes. Também se registaram algumas insatisfações de pessoas que trouxeram consigo objectos não permitidos nos estádios e não tinham onde deixá-los durante o jogo (ex. capacetes). Se somos todos Beiramarenses e todos queremos o bem do nosso clube, em vez de desatarmos aos gritos nas portas e atirar cartões de sócio contra os seguranças, sugiro que as reclamações/queixas sejam apresentadas à Direcção do clube por forma a perceber o que correu mal e como evitar que se repita no futuro. Fica o apelo.
Aqueles que não se queiram incomodar deslocando-se aos serviços admnistrativos do clube no EMA, podem enviar-me um mail para o bancadanorte@sapo.pt que eu comprometo-me a apresentar à Direcção as vossas reclamações e sugestões. O SC Beira-Mar precisa de todos e, entre Beiramarenses, deve reinar a tolerância, a compreensão e a cooperação. É assim que eu penso...
-A terceira e última nota prende-se com o jogo e o resultado em si. Quanto ao jogo, uma primeira parte interessante. A segunda parte, de controlo quase absoluto dos espanhois que estiveram sempre mais perto do 0-2 que o SCBM de empatar. Como não sou treinador, não me vou alongar em apreciações à equipa, embora considere que Jorge Silva e Alcaraz são dois centrais muito "iguais". O meio campo ao nível da recuperação das segundas bolas e do pressing sobre o adversário, também deixou muito a desejar. Depois há pormenores que o Augusto Inácio e os seus adjuntos têm obrigação de corrigir e que estão à vista de todos... parece-me óbvio que o Ricardo não é propriamente um lateral direito, por exemplo. Em relação ao resultado, para mim o que menos interessa, considero que pode ter um efeito psicológico positivo nos jogadores. É sempre bom "baixar a crista" nesta altura e uma dose de humildade fica sempre bem. A Liga de Honra vai ser muito difícil e este Beira-Mar não me parece que tenha perfil de "papão". Mas sobre as minhas expectativas na Liga de Honra, "falarei" aqui na próxima semana.

0 comments: