Arquivos

domingo, 19 de fevereiro de 2006

Empatar por culpa própria

O Beira-Mar perdeu 2 pontos nesta delocação ao empatar na casa do Estoril (1-1). Com todo o respeito que o Estoril me merece, este jogo era "de ganhar". O Beira-Mar tem claramente melhor equipa e tinha, à partida, todas as condições para vencer. No entanto, à semelhança do que aconteceu na recepção ao Marco, o facto de marcar um golo cedo faz com que a equipa adormeça à sombra da vantagem e possibilite ao adversário acreditar no empate. Certamente que Augusto Inácio não terá gostado da exibição e, ninguém melhor que ele para saber como "puxar as orelhas" aos seus jogadores. Quando se é melhor, não basta apregoar, é preciso demonstrar. Hoje o Beira-Mar perdeu dois pontos que o Olhanense e os outros adversários tudo farão para recuperar. Um "campeão" não desacelera a meio da prova mesmo que tenha alguma vantagem sobre os seus directos adversários. Os empates aceitam-se quando o risco de perder é grande. Hoje, com concentração e empenho, o Beira-Mar corria o risco de ganhar... e não conseguiu.
Nota muito negativa: Estiveram menos de cem pessoas a assistir ao jogo. Não houve público, não houve factor casa e o jogo em si foi muito pobre. Um cenário desolador com honras de transmissão televisiva na Sportv.
Inédito: Devido a deficiências nas linhas, a Rádio Terranova foi impossibilitada de fazer o relato do jogo. A solução encontrada é digna de realce. A equipa Terranova juntou-se à equipa da Aveiro FM e fizeram o relato do jogo em conjunto para a Aveiro FM. Parabéns pela ideia e pelo exemplo de companheirismo que demonstraram.