Arquivos

terça-feira, 18 de abril de 2006

Números para a história

Augusto Inácio fez história no futebol português ao serviço do Sporting e retoma a tradição ao serviço do Beira-Mar com números impressionantes na Liga de Honra. O título no Sporting, em 2000, irá continuar por muitos anos como coroa de glória do técnico que devolveu os “Leões” às conquistas depois de um longo jejum (18 anos) e, em Aveiro, ao serviço do Beira-Mar, poderá garantir não só a subida de divisão e o primeiro título da Liga de Honra para os aveirenses, como estabelecer novos máximos nas estatísticas dos campeonatos.
A três jornadas do final da época, apresenta a melhor defesa da prova com 16 golos sofridos (metade do que é habitual nos campeões da Liga de Honra), apenas uma derrota até ao momento - registo que será sempre inferior às cinco derrotas do Paços de Ferreira na época passada - e leva mais de meio ano sem derrotas. Números que podem ser servidos de diversas formas: são sete meses, 26 jogos ou 202 dias sem derrotas para o campeonato (de 25 de Setembro de 2005 a 15 de Abril de 2006). A “corda” ainda pode esticar mais nos últimos três jogos da temporada, mas mesmo que quebre em qualquer um dos últimos capítulos ficará sempre como a melhor performance de uma equipa na Liga de Honra.
Época Campeão V/E/D GM/GS
2000/01 Santa Clara 20/7/7 60/37
2001/02 Moreirense 19/7/8 55/35
2002/03 Rio Ave 19/6/9 49/36
2003/04 Estoril 20/7/7 63/40
2004/05 Paços de Ferreira 20/9/5 61/43
Crédito: Carlos Teixeira in O Jogo

0 comments: