Arquivos

quinta-feira, 1 de março de 2007

Campanha no próximo jogo

Para o jogo com a Naval, no domingo à tarde (16 horas), a entrada para os sócios custa apenas 2€. O investimento, simbólico, ainda dá direito a um bilhete extra, para acompanhante. Se o associado for menor, então por apenas 1€ pode ir ajudar a equipa de Paco Soler a lutar pela sobrevivência no campeonato principal e também poderá levar um amigo para a bancada.
Ainda o jogo da Taça...
Assim não!
As cadeiras vazias no Mário Duarte são tema para caixilhos de jornal e notas de introdução nos resumos televisivos. Esta é a pior propaganda que o Clube pode desejar. Nesse sentido, iniciativas como a que está prevista para o próximo jogo só pecam por escassez.
No entanto, o que não se pode aceitar é que, num jogo disputado a meio da semana e num horário difícil para quem trabalha, os adeptos sejam tão mal tratados nas bilheteiras do estádio. Bem sei que as responsabilidades da bilhética neste jogo são da AFA e FPF, mas é inadmissível que a 15 minutos do início do jogo, com o estádio deserto, os ingressos de 5€ previstos no preçário da bancada superior estivéssem esgotados!!! Algo verdadeiramente inacreditável que provocou a indignação de várias pessoas que não estiveram dispostas a pagar 15€ (!!!) para assistir ao jogo noutra bancada e acabaram por ir embora. Assisti à debandada de famílias inteiras!
Outra situação que considero inaceitável é a existência de apenas um guiché para venda de bilhetes de sócio, sabendo-se que os bilhetes apenas foram colocados à venda na véspera do jogo ao final da tarde (!!!) e seria de esperar que muitos sócios apenas adquirissem o ingresso em cima da hora do jogo. Estas situações somadas a tantas outras que têm sido recorrentes, ajudam a explicar o afastamento das pessoas do Estádio Municipal. Assim, não há campanhas de marketing nem "operações de charme" que resistam!

20 comments:

Anónimo disse...

O que eu nao entendo é porque é que a entrada nao era livre para sócios e para o restante público bilhetes de 5€. Eu cheguei em cima do jogo, comprei bilhete de sócio, quis mostrar o cartão e não o quiseram ver, mas a meu lado estavam pessoas que não eram sócios, compraram bilhete de associado e entraram nas calmas! No que toca à bilhética e ao controlo das entradas, é incrível, mas estamos a jogar neste estádio À 3 anos e continua a ser uma vergonha!

Anónimo disse...

Qual é a solução para quem comprou o bilhete de época?~
Telefonie para a se de e não me sabem responder.
Talvez tu possas pedir que esclareçam isto.
Bio

Anónimo disse...

Tambem queria que me tirassem essa duvida. Para quem tem cadeira cativa tb tem direito a levar acompanhante? Isto demonstra que ao lançarem estas campanhas nao fazem um minimo de estudo para dar soluçoes a todas as situações. Avante presidente, a sua competencia e' tao grande como o seu caracter. So´lhe falta um bocadinho assim.

buLLy aka Tiago Simões

Anónimo disse...

Posso esclalecÊ? Esclalecerei!
1 - De acordo o que ouvi nos altifalantes do estádio, ontem, quem tem bilhete de época tambem pode requisitar bilhete de acompanhante - muito bem.
2 - Nos jogos de taça os estádios são considerados campos neutros, por isso os sócios dos dois clubes têm os mesmos direitos e por isso não há lugares de época - muito bem.
3 - Que os Homens do marketingue do Beira, DOUTORES Ketano, C. Nuno e Orlando são um toinos e tiraram o curso por corrspondência?! também é verdade! - por isso, muito bem
Zé Quintela

Anónimo disse...

bilhete de época só caí nessa uma vez...na época 04/05 a época que descemos..e no final era só ofertas e entradas livres e eu a "arder" pensando que tinha feito uma grande compra!..passando isso á frente penso que quem organiza o sistema de entradas/ saídas e compra/ venda de bilhetes nunca deve ter passado pessoalmente por isso..como aqui se falou andamos há 3 anos sempre a inovar em esquemas que nunca funcionam e só dificultam quem, como nós quer ir apoiar o beira!..há que encontrar um esquema definitivo e que funcione porque também são estas coisas que afastam as pessoas do estádio e por consequência do nosso clube!!!! já percorri estádios por todo o país e o de aveiro é de veras dos mais confusos e que criam mais dificuldades na aquisição, entrada e saída do estádio...também para mim há excesso de zelo por parte dos seguranças que na maior parte por "ingenuidade" ou por ordem de...só dificultam..vamos fazer a campanha da ORGANIZAÇÃO no que diz respeito a isto uma vez que felizmente dentro de campo já está a ser feita para o nosso bem!!!!!!

PM pedro moreira

Anónimo disse...

Apoiado pedro! tB nessa época comprei o bilhete de época e senti-me roubado. Assim nunca mais; este ano já estão a começar os saldos!
Quanto à segurança aquilo é um faz de conta só para perder tempo, apalpam-nos os tins-tins e toca a andar! è mais uma desroganização dos dotores do marketing e daquele doutor pequenito semicareca/semicabeludo (não me ocorre agora o nome) que anda lá à volta do estádio armado em chefe da organização, e que no dia da AG se encolheu todo, e ficou calado que nem um rato, quando falaram em organização dos jogos, entradas e segurança. é mais um tó-tó, engravatado!
Quintela

Helena Thadeu disse...

em todos os clubes o bilhete de época só dá direito ao campeonato propriamente dito. O resto paga-se à parte. É compreensivel que assim seja.
De resto gostei do jogo, gostei de ver o povo do Boavista a deslocar-se a meio da semana para ver o seu clube (ainda eram um numero razoável), e embora tenha chegado 10 minutos depois das 7 da tarde, ainda apanhei fila para comprar um bilhete de sócio.

Anónimo disse...

É uma cambada. Salva-se o Krushac.

Anónimo disse...

Temos que estar gratos aos espanhois, trouxeram ordem à equipa agora falta pegarem na organização dos jogos. Os sócios agradecem.
Rita

Helena Thadeu disse...

gratos aos espanhois?????????????????????????????????????? LOL

Anónimo disse...

vamos ajoelhar e rezar mt à los espanholes
é a paixão!

Anónimo disse...

SIM, sim, se não fossem os espanhóis terem aparecido a esta hora já estavas atrás do Aves a caminho da segundita...

Anónimo disse...

Ainda bem que apareceram os espanhóis! Se tivessemos dependentes da (in)competência da direcção do beira-mar tavamos bem f...

Anónimo disse...

sra Helena Thadeu n se esqueça k foram os espanhois k trouxeram o Devic, Edgar e Delibasic jogadores que chegaram e já estão em destaque no Beira, e trouxeram jogadores k podem ser boas alternativas como é o caso do Reginaldo, Veselinovic e até do Leandro Makelele (apesar de ter estado mal frente ao Porto ele foi dos melhores na Reboleira).

O Soler tem estado a fazer bom trabalho, portanto não digo que tudo se deve aos espanhois, mas eles ajudaram e muito ao Beira nesta fase complicada e agora com a derrota do Setubal o Beira poderá dar um grande passado rumo à permanência na liga.

Outro dos factores chave que considero para esta subida do Beira, sem duvida o regresso do Diakite após lesão, este jogador é um espectáculo tacticamente é quase perfeito, tem 1 sentido posicional muito bom e consegue impor equilibrio defensivo á equipa, em muito dos jogos que o Beira perdeu o Diakite fez muita falta.

Anónimo disse...

Olé!!!
E vivam os espanhois!!!
Os sócios, os fundadores e a identidade do Clube que s f..
Cambada de vendidos.
Tenho nojo de o meu Clube ter gente desta.

Anónimo disse...

O problema é que o Beira Mar continua afuncionar como um pequeno clube num estádio grande. Vejamos:

- há sempre poucas bilheteiras a funcionar. demora-se uma eternidade a comprar bilhete para um estádio que está sempre vazio. Já vi jogos com apenas uma pessoa a vender para não sócios. E a mim já me conteceu chegar ao estádio 20 minutos antes do jogo começar a só entrar no estádio já aí com 10 minutos de jogo e com o estádio com 3 ou 4.000 pessoas pq tb se perde muito tempo com aquelas revistas absurdas e mal feitas.

- É evidente que o estatuto de sócio no futebol vai ter de morrer. o futebol é um espectáculo como outro qualquer. Ninguém é sócio do cinema do Forum, do Teatro Aveirense, etc...Em nenhum desposrto americano, que são os mais bem organizados, há sócios e mesmo os ingleses estão a abandonar o conceito no futebol. O Beira Mar tem um número de sócios ridículo e a diferença de preços entre sócio e não sócio é que afasta quem realmente pode encher o estádio que é a população normal. Essa diferença de preços tem que ser reduzida rapidamente e os preços de maneira geral t~em tb que ser reduzidos.

- Depois quem trabalha o marketing do clube deve andar a dormir. Não há o mínimo incentivo à presença da família no campo. Podiam fazer passatempos com comida e bebida, brindes como t-shirts, animação no intervalo (que não é pôr meia dúzia de miúdos atrás de uma bola). Aprendam qualquer coisinha com a NBA que passa todos os dias na televisão...

- Também já me aconteceu não ir ver um jogo por ter chegado à bilheteira sem dinheiro e não haver pagamento com multibanco nem nenhuma caixa junto ao estádio...em pleno século XXI!! Admite-se?? Comprar bilhetes pela net, penso que continua a ser impossível...Na NBA é a forma mais normal de comprar...

- E sim, é evidente que se não fossem os espanhois esta equipa estaria a agoniar lentamente a caminho da segunda divisão...O treinador é bom e os reforços têm mesmo qualidade. Então quando comparados com os do tempo da Stellar!

- Para ter casas cheias é necessário facilitar a vida ao adepto que aqui funciona como um cliente. E o Beira Mar é um mau vendedor!

Anónimo disse...

O anónimo das 12.45 é bem o tipo do imbecil que não consegue processar mais do que a sua própria diarreia mental. Comentários daqueles classificam quem os faz.

Anónimo disse...

Quem tem diarreia mental são aqueles que acham que os espanhóis nos deram alguma coisa e que os jogadores são do Beira-Mar.

Nuno Q. Martins disse...

Caro anónimo das 2:17AM:

Não costumo comentar o que os "anónimos" dizem porque gosto de saber a quem me dirijo, mas gostei da sua intervenção, apesar de discordar nalguns pontos.
Referiu e bem que o futebol profissional é um espectáculo e deve ser tratado como tal. Em torno deste espectáculo giram muitos milhões o que deve responsabilizar ainda mais quem o dirige, pois é uma indústria da qual dependem muitas famílias para viver.
O que eu não concordo é que o conceito de sócio tenha que acabar. O clube continua a existir e a fazer sentido mesmo que possua uma equipa de futebol profissional e promova espectáculos desportivos. Deve, e nisso estamos de acordo, abrir-se mais à comunidade e não afastar o seu público-alvo em função do preço.
Noutro ponto que referiu, no que respeita ao modelo da NBA, do qual também sou apreciador, penso que devemos aprender alguma coisa mas não podemos nem devemos fazer "copy paste" para a nossa realidade. O futebol ainda assenta em paixões e, está visto, que não é o mero espectáculo que atrai as pessoas continuadamente a um estádio em Portugal. Na minha óptica, é necessário conciliar os velhos valores com as novas maneiras.
Não sei qual é a sua simpatia clubística mas atente no exemplo do Benfica. Repare que existe um incentivo cada vez maior à fidelização das pessoas, dos sócios. O mesmo acontece nos teatros, nos cinemas, nas bombas de gasolina, etc... Procura-se a fidelização das pessoas, logo, o conceito de sócio não deve acabar. Contudo, parece-me óbvio, não se pode praticar uma política de preços que afaste os não-sócios e nisso estamos inteiramente de acordo. Deve promover-se a fidelização das pessoas pela positiva, pelas vantagens e comodidade que se podem oferecer e não porque "se não fores sócios tens que pagar preços pornográficos para ver os jogos". Voltando ao exemplo do Benfica, apesar do novo modelo de promoção comercial mais próximo do "sócio-cliente", a mística (defina-a se for capaz) continua a preservar-se porque este espectáculo não existe sem a componente "paixão", daí ser um fenómeno tão complexo e amplamente estudado, sem que as conclusões sejam consensuais, até porque, cada clube, em cada campeonato, em cada país tem raízes diferentes e, portanto, deve merecer uma abordagem diferente.

Obrigado pela participação. É sempre agradável ler comentários educados e construtivos.

Cumprimentos

Anónimo disse...

Caro Nuno,

Obrigado pela sua resposta. Eu não defendo a extinção dos sócios. Acho é que é um fenómeno inevitável... Não concordo consigo quando compara o estatuto de sócio com a fidelização de públicos. Eu também defendo essa dicotomia entre adepto (e não sócio) e cliente. Acho é que esse trabalho que o Benfica está a fazer é viável num clube que tem, de facto, a simpatia da maioria dos portugueses. O que é facto é que em Portugal há apenas 3 clubes que têm esse potencial. O BM, se quer ter assistências razoáveis no seu estádio, tem que se abrir à comunidade e não o faz. Atente-se ao seguinte: Eu sou sócio e amanhã vou ver o jogo com a Naval acompanhado com um amigo que não é sócio. Vamos entrar os 2 por 2€. Dentro do estádio vamos encontrar um terceiro amigo que também não é sócio e que vai pagar 15€!!! Não acha esta diferença absurda?? 7,5 vezes mais?? O problema é que a filosofia que é inerente à política de preços no futebol sempre foi "lixar" (desculpe-me a expressão) os adeptos do clube visitante, o que é, diga-se desde já, uma enorme boçalidade. O BM só pode encher o estádio se cativar o grosso da população da região (e não apenas os 2 ou 3.000 "maluquinhos" como nós que vamos a todas!) e os adeptos visitantes. O tipo que até nem tem grande paixão pelo clube e que vai lá 2 ou 3 vezes por ano tem que ser acarinhado e não tratado como um traidor ou como não fazendo parte quase de uma "sociedade secreta", que são os sócios!

Fidelização sim, mas através de outras formas como os bilhetes de época, cartões acumuláveis de pontos com prémios como se faz nas gasolineiras, descontos na loja amarela e nos bares do estádio, etc..

Esta coisa de amanhã um sócio levar um acompanhante é de tal maneira ridícula que pode fazer um não sócio ficar à porta do estádio para pedir a um sócio que o deixe entrar com ele. Faz-me lembrar aqueles adolescentes situados a algumas dezenas de metros da porta de uma discoteca à espera que passe um grupo de raparigas para lhes pedir para entrar com elas pq o porteiro não os deixa entrar sem companhia feminina.

Atenção que isto não é um ataque ao BM, mas à generalidade dos clubes portugueses. Este problema não é exclusivo nosso.

Bom, o mais importante é que a equipa ganhe hoje!:)

Cumprimentos

Álvaro Maia

(Peço desculpa não ter assinado o comentário anterior)