Arquivos

segunda-feira, 11 de junho de 2007

A vida vai torta...

Desde que teve um acidente de trabalho ao serviço do Beira-Mar, a vida do conhecido "Zé do Bombo" (José Silva Ribeiro) nunca mais foi a mesma. As dificuldades que passa são grandes (clicar em cima do artigo do artigo de jornal para ler) e as ajudas escassas para alguém que está impossibilitado de trabalhar e tem uma família para sustentar.
Como o próprio afirma, os Ultras Auri-Negros têm sido das poucas ajudas que tem recebido, ele que continua com o Beira-Mar no coração, apesar de se sentir mal tratado pela actual direcção. Mas o Zé precisa de ajudas mais consistentes. Se alguém o puder ajudar ou, pelo menos, lhe dar uma palavra de conforto (ele bem precisa!), aqui fica o seu contacto: 917917224

6 comments:

Anónimo disse...

Não se aproveitem da desgraça do homem para atacar a direcção...Tudo serve! Se vocês viessem aqui dizer que tinham resolvido o caso do homem, então sim, seriam os verdadeiros heróis. Seriam aquele Movimento. Li a notícia no D.A.e não associei por várias razões...

Anónimo disse...

Isto é demasiado sério e penso que ninguem ataca ninguem. Mas penso que a solidariedade é imperiosa. Qualquer empresa que se preze não deixa de dar a mão a um seu trabalhador sinistrado, seria de elementar justiça que a direcção tivesse feito algo, mas gratidão é uma palavra que esta gente não conhece.
Obrigado Nuno por este alerta, eu vou ajudar.
Sócio nº1324

Helena Thadeu disse...

O Zé do bombo acompanhou sempre os UAN desde que me lembro. É normal que o autor deste blog que já foi lider dos UAN se comova com esta situação. Que ele teve um acidente de trabalho é indiscutivel e que ele já foi pau para toda a obra no Beira-Mar também. Já chateia tanta ignorância que leio nestes comentários dia para dia!

Nuno Q. Martins disse...

Caro "sócio 1324";
Eu é que agradeço, como amigo do Zé, a ajuda que lhe possa dar. A situação não é famosa e não imagina o que me custa ver o Zé sem qualquer alegria de viver.

Helena;
Não preciso dizer nada. Tu sabes.

Ao "anónimo das 10:51";
A sua ignorância e falta de escrúpulos ficou bem patente no seu comentário. Além de cobarde por não ter a dignidade de assinar o comentário, é uma besta. Eu não ataquei direcção nenhuma no post. É o próprio Zé que se sente desprezado e mal tratado pela direcção do Beira-Mar. Eu não inventei nada. Digne-se a falar com o próprio Zé ou, então, com o Dr. Nuno Arroteia (ex. director executivo do Beira-Mar) que conhecia a situação.
Muitas e muitas horas de trabalho deu o Zé ao Beira-Mar de borla. O reconhecimento que teve foi um "pontapé no cú".

Não venha agora falar de Movimentos aqui nem de teorias da conspiração. Tenha consciência (se for pessoa para isso) do drama humano que está aqui em causa.

A.R. disse...

Respondeste bem, Nuno. Ontem, ao ler o comentário do anónimo das 10:51, comecei aqui a escrever umas coisas excepcionalmente violentas sobre a pulhice de um cretino anónimo. No fim, reli e apaguei tudo: o canalha nem aquelas bordoadas merecia...

Ricardo Pires disse...

É raro comentar aqui no BN, mas que tamanha estupidez o que muitos anónimos!
Merdas dessas nem deviam ser publicadas!!

Em relação ao post, força Zé! A familia auri-negra está contigo.

Outro assunto, tive a oportunidade de falar com o Eduardo no dia 2 deste mês em Braga, e ele referiu-me cada coisa do balneário e da direcção... Não é de admirar quem tenhamos descido.

Um abraço.