Arquivos

terça-feira, 25 de novembro de 2008

Assembleia Geral e a "questão" do treinador

Está marcada para esta Quinta-Feira uma Assembleia Geral do SC Beira-Mar para apreciação e votação do Relatório e Contas relativo à época 2007/2008 e o respectivo parecer do Conselho Fiscal. Quem tiver dúvidas sobre o descalabro financeiro do clube nos últimos anos, faça o favor de confirmar com os seus próprios olhos e compreenderá porquê que sempre me bati contra a gestão protagonizada pela anterior direcção do clube.
-
Bruno Moura a "prazo" como qualquer mortal
O mundo do futebol é, efectivamente, um mundo diferente onde a racionalidade é facilmente secundarizada por crenças, intuições ou questiúnculas que não lembram a ninguém. Após a saída de António Sousa do comando técnico da equipa, foi transmitido ao Bruno Moura que a CA confiava nele para assumir o comando da equipa. O Bruno, com a humildade que lhe reconheço, aceitou o desafio e, desde a primeira hora, colocou a CA à vontade em relação à sua continuidade, pois tem a plena noção de que qualquer técnico está sujeito a uma constante avaliação e, sendo esta a sua primeira experiência como técnico principal, entendia que devia deixar bem claro o espaço de manobra à CA para decidir, a todo o tempo, o que for melhor para o clube. Nesse sentido, penso que é fácil perceber que, como qualquer técnico em qualquer clube, o Bruno Moura será o treinador da equipa enquanto ele próprio e a CA entenderem que estão reunidas as condições essenciais para o exercício dessas funções. No fundo, o mesmo que acontece com qualquer treinador em qualquer clube. Esta aparente contradição entre O Jogo e o Record de hoje, para mim, não faz sentido. Ainda na passada Quarta-Feira, ouvi na RCP, o Sr. Tércio Silva e o Sr. Domingos Cerqueira a afirmarem que esta "indefinição" é má para a equipa. Ora, se o Bruno Moura já tinha um contrato com o clube e a CA lhe confiou a equipa sem estabelecer um termo, eu pergunto: Qual indefinição?
Oxalá que o Bruno Moura fique muitos anos no comando técnico do Beira-Mar. No entanto, é importante que nunca nos esqueçamos que estamos todos a "prazo"... seja no clube, seja nesta vida.

2 comments:

Anónimo disse...

Sobre a situação do clube estamos conversados, não vale a pena falar mais do passado, as lições foram aprendidas e agora resta apoiar o projecto de recuperação do clube e unir para recriar o Clube com um projecto sólido e que responda aos desafios do mundo de hoje e vá de encontro à satisfação das necessidades da comunidade onde nos inserimos. Se assim fizermos não tenho dúvidas que voltaremos a ser um clube de sócios.
Sobre o encontro e desencontro das noticias de hoje é caso para dizer ambas são verdadeiras, não existe responsável que não esteja dependente dos resultados, é assim em qualquer actividade empresarial apesar dos contratos. Só não se percebe porque é que são necessárias estas declarações e também porque são noticia.
As declarações dos srs Tércio e Cerqueira no RCP relativamente à indefinição, são comentários que valem tanto como se tivessem dito o contrário, mas sempre gostava de saber se quando admitem pela primeira vez uma pessoa, ainda por cima a desempenhar pela primeira vez a função, para a sua empresa ou serviços, a admitem com caracter definitivo. Estou certo que o que mais preocupa o Bruno Moura não será a dita indefinição, mas traduzir o seu trabalho em resultados positivos , isto é o que caracteriza os bons profissionais, a famigerada "indefinição" só preocupa as mentalidades tipo "funcionário" e por certo não são estas que queremos no clube.

PN disse...

O trabalho de B.Moura até ao momento tem sido bastante positivo. Talvez a surpreender muitos aqueles que torciam o nariz aquando da sua escolha. A ver vamos o que o futuro nos reserva. Penso que pelo menos até ao final da temporada devia ser ele a orientar a equipa. É um treinador novo, promissor, conhecedor do plantel e pelo que vi até agora ambicioso. Além do mais está completamente enquadrado num futebol moderno, ao contrário do António Sousa. O trabalho efectuado nestas últimas duas semanas é de louvar. Força Brunão!!!! A massa adepta está contigo!