Arquivos

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Não somos caso único

Não é motivo para orgulho, antes pelo contrário, mas o drama dos orçamentos desajustados à realidade não é caso único no SC Beira-Mar. O Varzim, clube que também disputa a Liga Vitalis, encontra-se num impasse directivo sem que surja nenhum candidato para assumir a liderança do clube. Fixo as palavras de Alexandre, jogador que alinhou durante 17 anos na equipa sénior do clube: "Se não surgir nenhuma alternativa, pondero a hipótese de me candidatar. O Varzim é como um elemento próximo da minha família, faz parte da minha vida desde os 8 anos. Não posso admitir que desapareça de uma hora para outra".

A questão é que estamos em Novembro, e até agora só foram pagos os salários de Agosto. Tal como o Beira-Mar, acredito que o cerne do problema está na persistência de se manter uma actividade que não consegue gerar receitas para a sua sobrevivência. E à custa deste sonho descontrolado custa-me ver a passividade das direcções dos clubes ao não perceberem que, lentamente, todos caminham para o abismo. A solução é sempre a mais fácil: vamos até onde podemos e quando o balão estoirar, vamos embora. E quem vier a seguir que feche a porta.

0 comments: