Arquivos

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Post de Pedro Nuno Marques no facebook

APONTAMENTOS À ORGANIZAÇÃO DO BEIRA-MAR VS BENFICA

Sobre o Beira-Mar vs SL Benfica ainda nada escrevi e, sinceramente, nada me apetece escrever, apenas expressar o meu contentamento do jogo positivo que a nossa equipa realizou assim como uma palavra de apoio ao melhor guarda-redes Português da actualidade (Rui Rego). Quanto ao resto tenho três apontamentos:

1 – A bancada poente, conhecida por “bancada central” ou “bancada dos sócios”, apresentou-se pintada de encarnado. Só a muito custo vislumbrava um amarelinho no meio de tanto vermelho: é assim que os Aveirenses maltratam o Beira-Mar.

2 – A coreografia com as cartolinas estava destinada ao insucesso. Não é necessário ser capacitado de muita inteligência para perceber que a larga maioria do público (90%) não iria participar na mesma, chegando ao ponto de gozar e ser mal-educado com o Beira-Mar ao estragar as cartolinas transformando-as em “aviões de papel”. Esta coreografia fazia sentido num Beira-Mar vs Académica ou Beira-Mar vs Feirense, e apenas com cartolinas na Poente e no Topo Norte.

3 – Por último: fiquei traumatizado, chocado, irritado, revoltado e HUMILHADO com o speaker do ginásio Knock-Out. Quem foi a ideia de colocar lá uma pessoa que nada sabe do Beira-Mar e que puxou mais pelos adeptos do Benfica do que pelos adeptos da casa?! Não sei qual a opinião das pessoas, mas eu, como Beiramarense, senti-me humilhado. Nem na final da Taça de Portugal, onde o speaker apela às duas massas de apoio, existe tamanha parcialidade. No fundo este senhor reflecte a mentalidade dos Aveirenses. Enfim…

O BEIRA É NOSSO E HÁ-DE SER, O BEIRA É NOSSO ATÉ MORRER.

Pedro Nuno Marques, Aveiro.

(foto de arquivo - época 2004-2005)

11 comments:

Anónimo disse...

APOIADO a 200%

È por estas e outras que eu faço o meu jogging com os amigos, KO nunca.
BM sempre e só

Zé Pinho

Anónimo disse...

o centro critico, leia-se de apoio ao clube, deslocou-se para sul e está agora sediado em Coimbra.
Basta ver as atitudes de gestão, isto não é nosso, não é beiramarense. Nós acabamos para esta gestão, não contamos, nem como numero.
Eu gostava de saber quantos sócios tem as cotas em dia. Acredito que nestes ultimos 2 meses perdemos metade e já eramos poucos.

Anónimo disse...

A isso só acrescentaria como é que é possível as claques dos lampiões poderem entrar com megafones entre outras coisas e a nossa não...

UAN disse...

Apoiado Pedro!

Anónimo disse...

Estamos é no limite da perda TOTAL!

Anónimo disse...

Melhor ainda foi ver algumas pessoas do Ginásio Knock-Out (penso terem entrado gratuitamente no jogo?), com cachecóis do Benfica.
Enfim eu fiquei na bancada onde habitualmente fico, contudo rodeada de benfiquistas aveirenses e apenas com meia dúzia de beiramarenses que ainda tentaram festejar um golo da sua equipa que por infortúnio do destino foi ao lado (de lamentar termos sido gozados por essa tentativa de festejos).

Filipe Neto disse...

Completamente de acordo, já tinha referido esta mesma situação no ano passado, infelizmente o Beira-Mar passou a ser uma holding de um grupo financeiro do qual o dono pouco quer saber dada as suas vindas a aveiro, está tudo ao abandono, o futebol não é nosso e as modalidades do clube nem são lembradas, descculpem excepto o atletismo porque vai dar tacho a certas pessoas que até foram responsáveis pela vinda do milionário(cada vez tenho mais dúvidas) iraniano, o beira é nosso, se isto continuar assim abaixo a direcção e que se lixe a SAD, cria-se uma equipa do clube, começamos por baixo, usamos o velhinho Mário Duarte mas ao menos o clube passa a ser dos sócios e da cidade e não metade de credores e outra metade de alguém que nem conhece a história do clube
saudações aurinegras

Anónimo disse...

É certo que vamos de mal a pior.
Estamos a ser envadidos por estranhos, este clube não é aquele em que me revia, mesmo com as asneiras e foram muitas que as direcções tiveram.

Anónimo disse...

Não estive presente neste SCBM-Benfica. Porém, ao longo de quase 40 anos, estive em muitos e achei sempre desolador o ambiente para as nossas hostes. Principalmente ver aveirenses de cachecol vermelho e, mais grave, alguns "beiramarenses" a puxarem pelo SLB. Com as burrices que o Pedro informa, tudo fica muito pior! Um abraço de solidariedade ao Pedro e a todos os beiramarenses que são incapazes de ir ver o SCBM com um cachecol diferente do amarelo e negro.
Jorge Santos

Filipe Neto disse...

Mas antes a bancada central dos sócios ao menos era respeitada, agora somos vendidos por causa de mais uns euros, sei que fazem falta sempre ao clube é certo mas a dignidade e o orgulho não se vendem, orgulho para os verdadeiros beiramarenses, que são os que se preocupam e não aqueles para quem o clube é o segundo porque é o clube da terra, é por isso que não nos podemos queixar muito, as direcções passam e a conversa é sempre a mesma, construção da sede e aproximação do clube à cidade e região para captar mais adeptos e sócios, mas há primeira oportunidade de se fazer mais uns trocos que se lixem os sócios, "olha senta-te ali no meio daqueles quantos e não exibas muito o cachecol pra seres gozado", no caso do benfica já cá não temos o Dino para nos dar o prazer de sermos nós a gozar
saudações aurinegras

Anónimo disse...

"O Beira é nosso até morrer", de tantas vezes repetido, vai certamente levar o clube à morte. Espírito positivo, isso sim, é aquilo de que o Beira (que já não é nosso) precisa.