Arquivos

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

AG para esclarecer, e não para entreter!

O João Oliveira já aqui colocou a notícia da convocação da AG Extraordinária, fruto da iniciativa do Beira-Mar Transparente, no entanto acho que seja pertinente referir três aspectos:

. Seria importante que, na Assembleia, estivesse presente o “Estado-Maior” da SAD, incluindo Nuno Patrão (embora, na reunião de Sexta-Feira, já tenha declinado o convite, argumentando que não é sócio do clube) e, porque não, Majid Pyshiar: julgo que não seja bem-visto aparecer por cá somente aquando da aprovação da SAD, com um discurso populista, para agradar às massas, com promessas napoleónicas. Além do mais, relembro, que o mesmo havia dito que seria uma presença assídua em Aveiro. No entanto compreendo e aceito, tendo em conta que as ligações Genebra-Porto ou Dubai-Porto/Lisboa são escassas e algo dispendiosas, sendo que para ele o Beira-Mar não merece tal eforço.

. O tal protocolo, assinado entre o Beira-Mar e o Beira-Mar SAD, é o epicentro de toda esta conjuntura de turbulências. Agora resta saber (julgo que seja legitimo perguntar): esse protocolo existe ou o que existe é meramente a assinatura (escritura)? Também tem havido quem pergunte se tal documento não estará a ser elaborado um tanto ao quanto à pressa nestes dias? Depois considera-se uma outra hipótese: os pressupostos foram estabelecidos num "guardanapo". Não é de excluir nenhuma das possibilidades, mas são meras suposições. Por outro lado, julgo que nos estatutos não existe referência alguma quanto à obrigação da Direcção em dar a conhecer esses pressupostos aos sócios, no entanto, conscientemente e de forma ética, deveria fazê-lo, porque as dúvidas são muitas e a transparência pouca. Posto isto, e num cenário mais radical (mas provável), se o que associados votaram a favor, em Maio, não é o que está no acordo da criação da Sociedade Anónima, a decisão da aprovação da SAD pode ser impugnada. É por aqui que os sócios do Beira-Mar podem pegar, da forma legal que lhes reserva. Portanto quem diz que o Beira-Mar já não é dos Beiramarenses está equivocado ou… resignado.

. É compreensível que não sejam lidas as actas da penúltima e antepenúltima AG. Mas também seria coerente ler a última, tendo em conta que foi a que aprovou a SAD.


P.S. – Para o jogo com o Vit. Setúbal a SAD resolveu fazer mais uma das suas: desrespeitou o sócio do clube, fomentando uma política de bilhética que insulta e maltrata qualquer associado. Além do mais os UAN já tinham em mão (com conhecimento da SAD) uma campanha de bilhetes a 2 euros, cuja verba serviria para amortecer os custos da deslocação dos adeptos a Vila do Conde, na próxima ronda. Há certas coisas que não percebo, muito sinceramente (ajudai-me)! E vendo bem a coisa há uma agravante: o portador de bilhete de época, se for inteligente e descortinar a falta de estratégia desta “brincadeira” (porque, literalmente, andam a brincar), no próximo ano não cai na tolice de voltar a comprar o cartão anual. Isto só reflecte uma coisa: a SAD foi criada completamente desenquadrada da vida do clube e vivência com a cidade que o alberga, adaptando uma política desajustada, nada coerente nem muito menos exequível, colocando, gravemente, em causa a fidelização do sócio. Os adeptos do Vit. Guimarães têm uma frase bastante interessante quando visitam Braga: “Podem abrir as portas do estádio mas não abrem do coração.”
Em finais de Setembro apresentei uma proposta a um administrador da SAD para que eu podesse fomentar um trabalho de elo-de-ligação entre a instituição e a cidade: até hoje estou à espera de uma resposta concreta. Adiante, meus amigos! Não se pode caminhar se não houver caminho e, como dizia Churchill, “A vida dá lições que só se dão uma vez.”

9 comments:

Anónimo disse...

Mais um erro de casting. Esta assembleia deveria ser após a aprovação das contas. Sem sabermos o real estado do clube não faz sentido discutir seja o que for, a não ser, lavar roupa suja.
Ernesto Saraiva

Anónimo disse...

os sócios unidos jamais serao vencidos seja que patrao for

Anónimo disse...

Dá-lhe, dá-lhe, dálhe e dó, papagaio voa.
Diogo C.

Pedro Nuno Marques disse...

Amigo Ernestro, a AG Ordinária já há muito que deveria ter sido convocada, segundo os estatutos. Além do mais esta AG Servirá pra esclarecer outros assuntos.

Anónimo disse...

A verdade é que o Beira-Mar precisa de vários Pedros Nunos que pensem o Beira-Mar 24 horas por dia, 7 dias por semana e não apenas 5 dias por semana das 8 as 17... Só com pessoas empenhadas e que realmente gostem e sintam o clube é que podemos melhorar...

Pedro Nuno Marques disse...

Amigo, obrigado pelas palavras elogiosas, mas há quem pense mais no clube, inclusivé dedicando mais tempo, do que eu. É grande o meu carinho para com o Beira-Mar e Aveiro, mas tenho a certeza que há pessoas que já deram muito mais. A mim, somente, arrelia-me o Beira-Mar actual ser controlado por gente não beiramarense, nem Aveirense, provocando uma descaracterização da essência da instituição, em prol de uma modernização descabida da realidade.
Abraço.

Anónimo disse...

Obrigado por me ter censurado;
pelo andar da carruagem se vê quem lá vai dentro.
Domingos

Pedro Nuno Marques disse...

Censurei? Escreva lá então o comentário outra vez.

Horta disse...

Tenho lugar anual e não me aflige que num jogo ou outro se abram as portas aos sócios, o clube precisa de apoio e visto estarmos "todos" em crise, até ajuda alguns. O problema foi terem feito isso depois dos UAN já terem a campanha dos bilhetes a 2€. Mas sim, há uma grande descaracterização do que é realmente O Beira-Mar. Não somos gananciosos, mas sim ambiciosos nunca esquecendo a humildade que sempre nos foi reconhecida. Se há coisas a mudar que se mudem enquanto há tempo que é para nos lamentarmos quando já for tarde demais. Força Beira!