Arquivos

quinta-feira, 15 de setembro de 2005

Secção de Basquetebol 2005-2006

Pela primeira vez no BN, tomo a liberdade de transcrever na íntegra um texto de outro site por se tratar de um rigoroso e completo artigo sobre o basquetebol do SC Beira-Mar, da autoria do Pedro Neves, publicado no Desporto Aveiro. Aqui fica o texto com a devida vénia à fonte:
____________________«____________________
Entre todos os clubes da região de Aveiro, a equipa sénior feminina do Sport Clube Beira-Mar foi a primeira a regressar ao trabalho (mais concretamente, no passado dia 22 de Agosto), como querendo demonstrar, nunca ter existido por parte do seu treinador e das suas atletas, a intenção de deixar «morrer» uma formação onde reina um excelente ambiente. É o próprio treinador, Armando Mouro, que faz questão de realçar a qualidade do grupo de trabalho que dirige. «O que me fez ficar no clube foi a qualidade do grupo. Elas gostam de estar juntas, são mesmo beiramarenses e formam um verdadeiro grupo de amigas. Já passei por quatro clubes e nunca tinha visto tal coisa. Todas se dão bem e gostam de jogar neste clube», refere.
Relativamente ao plantel que vai voltar a participar na 2ª Divisão nacional, há a registar a saída de Rita Pereira, para o Vagos, e de Liliana Viola, muito provavelmente para o Gafanha, mas a baixa mais significativa é a de Raquel Lopes. Aquela que é a atleta mais preponderante da equipa foi recentemente operada, ficando afastada da competição durante um período que poderá ir até aos seis meses.
Sem a Raquel, a tarefa do Beira-mar ficará muito mais difícil, pelo que, a subida de divisão está completamente posto de parte para esta época. Assim, só «o próximo ano, esta equipa, com a inclusão da Raquel, luta pela subida de divisão, porque forma um colectivo muito forte e porque tem uma margem de progressão muito grande.», afirma o treinador «auri-negro».
Quanto a entradas, Daniela, ex-jogadora do Esgueira há alguns anos atrás, Sara (descoberta num «playground» da cidade) e Patrícia, ex-junior do Sangalhos, são para já as novidades de um plantel que pode ainda registar a entrada de Bruna Rocha, caso esta consiga concluir o processo de desvinculação com o Esgueira, o seu anterior clube.
Integrado no plano de preparação da equipa, o Beira-Mar organiza o seu torneio nos próximos dias 15 e 16 de Outubro, com a participação da Ovarense, ACER Tondela e Caras Direitas.
Relativamente aos escalões de formação, área onde Carlos Bio continua a exercer um papel fundamental, o Beira-Mar apresenta-se em femininos com equipas de minis, iniciados e cadetes, enquanto que em masculinos, para além dos minis e iniciados, compete também este ano em cadetes.

0 comments: