Arquivos

quarta-feira, 5 de outubro de 2005

Eclipse...

O União de Lamas recebeu e venceu o SC Beira-Mar por 1-0. O golo dos locais foi marcado por Amílcar aos 78´, culminando uma boa jogada de contra-ataque. Este golo sentenciou uma partida praticamente sem ocasiões de perigo. Em campo, a equipa que milita na IIIª Divisão nunca foi inferior ao Beira-Mar tendo, estrategicamente, entregue o domínio aparente do jogo, nunca deixando de partir com perigo para o contra-ataque. Quanto aos jogadores auri-negros, vi uns inconsequentes toques artísticos de Zé Roberto, o Didi que não segurava uma bola nos pés, o Roma sempre que tinha a bola era puxado mas o Olegário fingia que não via, o Torrão tentava pegar no meio-campo mas era desastrado, o Diakite com alguns bons pormenores e pouco mais... enfim, uma "amostra" de equipa.
Em conclusão, venceu a equipa mais humilde e venceu muito bem. O Beira-Mar sai da taça e as atenções ficam concentradas no campeonato. Depois da exibição vergonhosa em Marco de Canavezes e desta eliminação precoce da Taça, a margem de manobra junto dos adeptos é menor, bem menor!
P.S.- O Pavel Srnicek é uma nódoa a colocar a bola na frente... consegue sempre mandar a bola para as zonas do campo onde não há ninguém do Beira-Mar para lutar pela posse da mesma. Isto depois de demorar uma eternidade a ver onde está a equipa. Francamente mal.
______________________________________
Declarações de Augusto Inácio no final:
«Foi um jogo de 20 minutos, porque nos outros 70 não houve futebol. Tudo foi permitido para que não conseguíssemos impor o nosso jogo. Mas a culpa da derrota foi nossa e o que aqui aconteceu, dificilmente vai se voltar a repetir. Amanhã não vou ser nada meigo com os jogadores. Não gosto de vedetas e, provavelmente no próximo jogo, vou fazer alterações na equipa».

0 comments: