Arquivos

quinta-feira, 17 de novembro de 2005

Centro de estágio nas mãos dos sócios

A Direcção do Beira-Mar vai colocar à consideração dos sócios as opções a tomar nos projectos do centro de estágio. O movimento para a criação de estruturas parece lançado, mas a localização começa a tornar-se num tema polémico com duas correntes: uma defende a construção em Ílhavo e outra defende a permanência em Aveiro.
Os autarcas garantem que não querem fazer do assunto "um filme", admitindo conversações com o clube. À iniciativa da Câmara de Ílhavo, que tem reuniões marcadas para os próximos dias, reagiu o vereador responsável pelo pelouro de Desporto em Aveiro. Jorge Greno - antigo vice-presidente do conselho fiscal do Beira-Mar - assume que gostaria de manter o clube nas fronteiras do concelho. "Acho que todas as equipas do Beira-Mar devem jogar em Aveiro. Estou convencido que a Câmara tudo fará para que a estrutura, a ser construída, se localize no limite territorial de Aveiro", disse Greno, na reunião do executivo no início da semana.
Em Ílhavo, o processo passa por reuniões com o clube, mas a autarquia garante que não se envolverá numa disputa. "Já há gente entusiasmada na procura de um filme entre as câmaras, para ver quem puxa mais o Beira-Mar para a esquerda ou para a direita, mas esse filme não terá produção continuada", respondeu Ribau Esteves, em declarações à Rádio Terra Nova.
As conversações seguirão o seu curso e os sócios deverão ser chamados a dar a opinião em Assembleia Geral. No momento em que se aguarda o debate sobre as contas do Beira-Mar, é provável que o dossiê "centro de estágio" seja colocado na ordem de trabalhos.

Artigo de Carlos Manuel Teixeira in O Jogo

0 comments: