Arquivos

quarta-feira, 15 de novembro de 2006

Solução mais adequada e almoço na despedida

Ricardo testado como central

As soluções ontem testadas em Águeda estão na linha dos princípios defendidos na apresentação pelo novo treinador do Beira-Mar que assumiu estar pronto para uma mudança tranquila, sem querer forçar o cunho pessoal. Na organização das equipas que evoluíram no treino de ontem, notou-se, mais uma vez, a chamada de Ricardo ao centro da defesa para fazer dupla com Jorge Silva. Ribeiro foi chamado a jogar com lateral-direito e do meio-campo para a frente mantiveram-se os habituais de Inácio - Emerson, Torrão, Ratinho e Rui Lima - e uma dupla de avançados formada por Jorge Leitão e Wegno.
Treinadores à mesa
A despedida de Augusto Inácio começou com a deslocação ao Municipal de Aveiro, passou pela conferência de Imprensa que explicava a transferência para o futebol grego e terminou ao almoço num restaurante do centro de Águeda. Aí conviveram jogadores, dirigentes e elementos das equipas técnicas na passagem de testemunho de Inácio para Carvalhal. Ambiente de alegria e emotividade num encontro realizado logo a seguir ao treino do plantel no relvado principal do Estádio Municipal de Águeda.
in O Jogo

12 comments:

BM - Bruno Martins disse...

OFF TOPIC:
Vou aproveitar o espaço e transcrever as palavras de A.Inácio no seu último dia em Aveiro. Sei que foram poucos os meios de comunicação a divulgar a notícia mais detalhadamente..
"Isto não é uma despedida. Também sei que tenho as portas abertas. Quando puder, virei cá ver um jogo do Beira-Mar junto da massa associativa, dos Ultras Auri-Negros, porque lhes devo esse favor"
FONTE: Jornal de noticias
E comecem a preparar a BIG deslocação a Coimbra.. queria ver cartazes espalhados pela cidade.. invasão como há uns anos se faria (Carro, Comboio, Autocarros, até a pé se for preciso!! -> Quem morar perto do S.C.B.M.!!) Hehe :P
Abraços e Amanhã -> TODOS AO ESTÁDIO!

Anónimo disse...

Até me gozas.
Amanhã quero contar-vos. Quantos são? ...quantos serão? Será que é preciso mais que os dedos de 4 mãos?
Zé Quintela da Bancada Poente

Helena Thadeu disse...

Zé seriamos 41 se tivesses connosco... Zé quintelas há muitos e ainda bem que estão na bancada poente...

Anónimo disse...

Estou na bancada poente, mas no ano passado estva atras da baliza onde num estádio grande nao não se o jogo de forma crítica. A claque é que prefere estar atrás da baliza não sei porquê, já se fosse para a nascente teria mais influencia sobre o bandeirinha e sobre os adversários. Só nos clubes ditos grandes é que isto acontece; veja-se por exemplo nos nossos vizinhos e "arqui-inimigos" da "Briosa" onde eles estão localizados. Enfim, são gostos ... estragados.
Zé Q.

Nuno Q. Martins disse...

Caro Zé Quintela;

Apanha-me em mau dia para lhe responder devidamente. Apenas garanto-lhe que só faz essas afirmações por ignorância dos factos.

Cumprimentos.

BM - Bruno Martins disse...

Até te gozo?
Conheço-te ou conheces-me de algum lugar para estar a falar que gozo alguém?
Se calhar não estará a escrever para mim, no entanto "tomei a liberdade de pensar nisso"... e se as perguntas forem para mim, olhe veja lá que eu não sou bom em números (caso contrário acertava no euromilhões - não faço previsões). Entenda-se que os que vão, vão por gosto; os que são, são do fundo do coração; quantos serão, depende da taxa de natalidade em vigor.
Quanto à questão dos "dedos das 4 mãos" tens a resposta à "futurologia" em cima, no entanto quer me parecer que vais ter que adquirir mais mãos na próxima semana..
Em relação ao "posicionamento" da claque, quer me parecer que o camarote VIP seria o mais adequado..
Sem mais,
abraços

Fan disse...

O Sr. Zé Quintela deve ser daqueles sócios (se for sócio porque tenho muitas dúvidas) que só se levanta da cadeira para mandar vir com o árbitro, festejar os golos e ir ao bar. Se não fossemos nós o ambiente daquele estádio como seria? Quando nós gritarmos BEIRA para a vossa bancada grite também que isso passa e não perca tempo a contar-nos.

POUCOS MAS BONS! MENTALITÀ ULTRÀ

Anónimo disse...

Só para a Helena e o Zé:
Em Aveiro cada Hoemem normal tem em cada mão 5 dedos, logo 4 mãos correspondem a 20 dedos e que eu saiba o Quintela, é meu vizinho, vale por 1, os jogadores do Beira-Beira é que amanhá terão de valer por 21.
Força Beira Olé
Cabeça-de-Abóbora

Helena Thadeu disse...

Cabeça de abóbora, bem vista essa.... dos 5 dedos, mas como eu não sou um homem de Aveiro, dê-me lá o beneficio da dúvida de ter só 4 dedos! :| LOl
Quanto ao Zézinho, como ele está engando. Claque que se preze, dta a lenda, está na curva, ou seja, na cruva do topo. Isso acontece no Benfica com as duas claques do Benfica mais relevantes (NN e DV), acontece no Sporting com as 2 claques mais relevantes (Duxii e JL), acontece no Porto com as claques mais relevantes (SD e Colectivo). O Boavista coitado... arqui-rival??? Porque carga de água??? E eles também tiveram no topo...
De qualquer maneira para se fazer pressão nos árbitros, não é necessário estar na poente... basta é o estádio todo estar mais acordado. Mas enfim... não vou comentar mais...

Anónimo disse...

O "arqui-rival" nos velhos e glorisosos tempos estáva a sul de Aveiro. E umamão com 4 dedos x 4 mões costuma ser igual a ... 19, oh né?
Cabecinha de Abóvra

Anónimo disse...

Puxa, será que nunca mais acertamos?
Cabecinha

Anónimo disse...

Viva o Agueda