Arquivos

quinta-feira, 18 de janeiro de 2007

Não é "esse" o Beira-Mar com o qual me identifico

Ao ler mais esta entrevista do Sr. Artur Filipe fiquei angustiado. A incapacidade deste dirigente de perspectivar outras soluções é gritante. Faz porque vê os outros fazer. Não apresenta uma linha de orientação definida, não tem um discurso coerente. É incrível... vende aos jornais as ideias que alguém lhe terá vendido.
Vou ser muito sincero. Se os sócios do Clube, aqueles que o Sr. Filipe diz «Os sócios representam no orçamento do Beira-Mar três por cento. Isso interessa alguma coisa? Por amor de Deus…» votarem por maioria a constituição da SAD (para alojar os empresários espanhóis e outros que tais tornando o Beira-Mar num super-mercado de jogadores) e a extinção das modalidades amadoras, então eu enfio as minhas ideias e convicções num saco e resigno-me.
No entanto, não me calarei enquanto tais decisões descaracterizadoras do escopo do Clube não foram decidas em sede própria e tudo farei para manter os sócios despertos para a realidade do Clube. É que contribuir decisivamente para o afastamento dos sócios e para o endividamento (não investimento!) do Clube como esta direcção tem feito, torna desonesta esta posição de irreversibilidade quanto ao rumo do Clube. O passado recente do Beira-Mar prova que o Clube é viável desde que seja gerido com competência e rigor. Os sócios merecem respeito. E o respeito traduz-se na possibilidade de escolherem o projecto que querem para o Clube sem os condicionalismos que esta direcção quer impôr.
Por último, e este recado que fique bem explícito, se os actuais dirigentes se responsabilizarem pelo passivo que criaram neste ano e meio de mandato, estou certo que existem alternativas credíveis para conduzir os destinos do Clube.

10 comments:

Pedro Silva disse...

O presidente perdeu a cabeça de vez. Atirasse contra os sócios, não quer saber dos sócios para nada, só pensar em tirar de lá o dinheiro que lá meteu, ainda se possível mais algum.
Ele quer mas é acabar com o clube, começa por acabar com as actividades amadoras para depois ir para os profissionais. Está m....o de todo. Assim se vê o verdadeiro beiramarense. :(
O Presindente da AG que convoque uma AG para aprovação de eleições para o final da época e que critique antes a direcção e o presidente e menos os sócios, pelo beiramarismo.
Força Nuno
Pedro Silva

Anónimo disse...

Caros beiramarenses

Depois desta esclarecedora entrevista do Presidente do Beira-Mar, é agora muito clara a situação da componente profissional do futebol de alta competição no BM: aflitiva.

Compreendo que em desespero de causa, a Direcção (em quem votámos para que tome decisões, mesmo que discordemos delas) tenha visto neste acordo com o empresário espanhol uma luz ao fundo do túnel para manter o BM no domínio dos grandes do futebol português.

Estou certo que a actual Direcção deseja tanto para o BM quanto os seus opositores bem intencionados: o melhor. Os caminhos para lá chegar é que poderão ser diferentes. Como, em eleições livres e justas, os pusemos no poder devemos, agora, nesta curva apertada, conceder o benefício da dúvida e aguardar pelos resultados da equipa de futebol.

Entretanto, vamos manter-nos atentos, particularmente nas próximas Assembleias-Gerais em que sejam discutidas e aprovadas importantes decisões, como as Contas do clube.

Independentemente da polémica, como associados e adeptos devemos ir ao estádio e sermos o excelente nº12 da equipa.

Beira, Beira ...

Elias Roberto

Anónimo disse...

Um presidente angustiado, desorientado, sem rumo.
Os sócios são a razão da nossa existencia.
Precisamos de uma vitória domingo.
Todos ao estádio.
Pires

Da Rocha disse...

Surreal toda esta "entrevista" ou desabafo pessoal (é como lhe queiram chamar).

Guardem bem este documentos nos vossos computadores pessoais. Daqui a uns tempos (meses) é para reler. Eu já li algumas partes duas vezes e ainda não acredito no que li...

Anónimo disse...

Sr. Filipe diz «Os sócios representam no orçamento do Beira-Mar três por cento. Isso interessa alguma coisa? Por amor de Deus…»............., isto é um ultraje, ele deve estar a pensar apenas nas cotas que pagamos todos os meses, esquece-se que somos nós que vamos comprar os bilhetes todos os jogos, somos nós que vamos a loja amarela comprar cascois, bonés, porta chaves, camisolas e por ai fora e que eu saiba, ainda nao somos nenhuma SAD para termos o nosso ditador para fazer o que lhe bem lhe apetece e insultar quem pos lá ... ele que nao se esqueça que no fundo, no fundo somos nós a alma do clube e é em assembleia geral, cujo os votos sao dos socios e apenas dos socios, que as grandes deciçoes podem tomar-se realidade. Sou o Rúben Marinho, Sócio número 3618, ex-Ultra auri-negro (com muito orgulho de o ter sido) e sou apoiante do Movimento 1922, pk acima de tudo amo este clube, não podemos ficar calados com o que se está a passar!!

Bancada Poente disse...

Pois, pois, se só representamos 3% no orçamento do clube é porque esta direcção está a meter água também na questão dos sócios, senão vejamos.

Olhando para o Relatório de Contas da época 03/04 que tenho aqui à minha frente, a rubrica "proveitos com sócios" foi de €492.803,45. Ora, não me parece que o orçamento seja de €16.426781,67, pois só neste caso é que o valor das quotizaçãos representaria os tais 3%.

A ser verdade o número lançado pelo Artur Filipe, das três uma: ou o número de sócios se reduziu substancialmente (e assustadoramente), ou o orçamento para a actual época desportiva é mesmo desmesuradamente elevado, ou o Artur Filipe está a mentir que tanto pode ser por desconhecimento das contas do clube ou de propósito, sendo que de qualquer das formas é igualmente muito grave...

Estou cada vez mais desiludido com esta Direcção. Apresentam sucessivamente mentiras, desconhecimento da realidade, incoerências, contradições, etc. etc. etc. Já começa a não haver pachorra. Já para não falar das entrevistas do Presidente (que já não é o meu).

Por favor, vão-se embora e deixem o clube para os mais novos que, de certeza, não farão pior do que vocês.

Pedro Oliveira disse...

e a extinção das modalidades amadoras???

olha vou pro desemprego! tao mas a piscina nao da lucro?!

fico tao triste com isto tudo!

Helena Thadeu disse...

os sócios só servem para alguma coisa nas urnas... O Beira ainda é um clube e não uma empresa, por isso, os sócios saberão lhe pesar ou não, veremos.
A entrevista é triste e pobre...

Anónimo disse...

Está tudo dito, pela BANCADA POENTE, nestes comentários!...

Anónimo disse...

A menina acha?