Arquivos

domingo, 3 de junho de 2007

Desconforto?

«O Beira-Mar caiu na segunda divisão mas ainda arrastou, para além dos jornais, as rádios e televisões nacionais para a apresentação do treinador Rogério Gonçalves. A oportunidade de dar uma imagem positiva e confiante numa fase difícil, e em que é necessário recomeçar do zero, foi desperdiçada por inabilidade da direcção que raramente acerta o 'tom' para estes momentos mediáticos. Notou-se desconforto nas abordagens a questões mais incómodas dos jornalistas que um director menos ligado ao futebol até tentou, em surdina, evitar que o presidente respondesse. Artur Filipe falou a contragosto, deixando no ar que há pelas bandas do estádio municipal muitas coisas mal resolvidas de uma época infeliz a vários níveis.»
in blog Ja Agora de Júlio Almeida

9 comments:

Anónimo disse...

Desconforto? Poderás sentir tu se continuares.

Anónimo disse...

Desconforto sentirias TU ao identificar-te. O Nuno está confortado por centenas de sócios que amam o Beira-Mar.

Arauto da Ria disse...

Nuno,
o 1º comentário é inadmissivél, ainda há gente assim?
Perfilho mais o segundo e subscrevo-o.
Um abraço.

Anónimo disse...

Mas que chatice! Ao que isto vai chegar! Já começou. A deduzir por estes dois comentários...Agora é que os sócios vão ficar divididos. "Quem não for por mim é contra mim!" Isto serve para Mano Nunes, versão Movimento e para a Direcção, versão actual. Tirem-me deste filme. Haja paz no Beira-Mar!
Assim não é possível!

Anónimo disse...

Se Mano Nunes fosse capaz de melhor AINDA lá estava...

Anónimo disse...

Não se percebe o autismo destes dirigentes.
Não resta qualquer duvida que não são uma equipa, não tem estratégia, não tem um plano, em resumo acho até que estão a fazer um frete.
Imperdoavel é tambem a forma como o presidente da Assembleia Geral gere a relação da direcção com os sócios. O Sr. General não tem noção do cargo que exerce. Podia evitar esta agonia.
Carlos Diniz

Anónimo disse...

O anónimo das 10.07 é um distraído, pois já se esqueceu que Mano Nunes quando apresentou a demissão, disse que se não houvesse alternativas,ele continuaria e se assim acontecesse hoje não teriamos um Clube falido e sem viabilidade de dar o salto para um patamar superior.
Deixem o homem em paz, ou então sejam verdadeiros, não façam o mesmo que o presidente actual que só inventa mentiras quando fala do homem.

Anónimo disse...

Autismo será o mesmo que ostracismo?

Anónimo disse...

Sou distraído mas só no que me dá jeito! Capiche?