Arquivos

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

O líder...

Confesso que tenho evitado comentar aqui as exibições da equipa profissional de futebol. No entanto, o BN sempre se pautou por ser um espaço de crítica livre e não é por estar directamente envolvido com a Comissão Administrativa que dirige actualmente o clube que deixo de preservar a minha lucidez e sentido crítico.
A verdade é que as exibições da equipa de futebol têm deixado muito a desejar. Desta vez, optei por colocar neste post a crónica do site da Terranova para não parecer que sou eu a embirrar. Pessoalmente, não gostei de ouvir António Sousa, no final do jogo no Estoril, a pôr em causa o profissionalismo dos seus atletas para justificar o insucesso da equipa. Este tipo de abordagens, admitindo que a intenção é espicaçar o balneário, devem ser passadas internamente e não aos microfones da comunicação social. Atirar-se aos jogadores dizendo que "vieram passear as camisolas a Lisboa" acusando-os de "falta de atitude" não me parece a melhor postura de um líder que, face à adversidade, deve transmitir serenidade. Também não gostei de ouvir o nosso treinador a dizer que "a equipa deu 45 minutos de avanço ao adversário". Como julgo que ninguém interfere com o trabalho da equipa técnica, o "onze" inicial terá sido definido pelo técnico, bem como, a disponibilidade de usar as três substituições em qualquer momento do jogo. A verdade é que António Sousa não mexeu na equipa durante a primeira parte... logo, também não se deve demitir de responsabilidades. A coesão do grupo depende muito da solidariedade do seu líder e, neste capítulo, António Sousa esteve infeliz.
De momento, não me vou alongar em mais considerações. O momento é de preocupação e a equipa precisa de um ambiente favorável para dar a volta a este mau arranque de época. No próximo Domingo de manhã (11:15), com o ânimo renovado, lá estaremos para prestar o nosso apoio à equipa. Juntos, somos a força do SC Beira-Mar!

15 comments:

Anónimo disse...

SOUSA É FINITO. Acordem enquanto é tempo, quem manda é o filho e só jogam os amigos dele, se assim não for, faz birra, a mãe dá colo ao menino e é a desgraça que se vê.

Com este homem podemos perder e descer com um plantel de luxo.

Atento, muito atento.

Anónimo disse...

A situação é clara.
O BM não é nenhum Ferrari, mas é um bom utilitário, conduzido com algum risco poderia ter sucesso, jogar para o pontinho dá derrota, esta é a tactica do Antonio Sousa.
Risco zero, derrota eminente.
VCC

Soares de Castro disse...

A imprensa desportiva de hoje evidencia mais uma exibição paupérrima, tal como já tinha acontecido contra o Santa Clara, em Gondomar (deprimente!) e em parte contra o Gil Vicente. Quando foi a brincar, contra o Leixões, a Académica, o Nacional e a Naval criou-se a ideia de que tínhamos equipa, mas a sério está a ser uma enorme desilusão, são os resultados e as exibições. Tal como já li no "Mais Beira Mar", a equipa dirigente merecia outros resultados e é preciso dar já um abanão a certos gajos de quem esperávamos muito mais. Para já ainda não apontemos nomes, mas lá que é preciso isso é...Sr. António Sousa, nós queremos uma equipa que seja rápida, que mostre alegria e que jogue ao ataque, que se assuma a mandar no jogo em vez de esperar pelo adversário, ou seja, exactamente o contrário do que temos visto! Ainda só decorreram 4 jornadas, a equipa tem um conjunto de bons jogadores, está tudo em aberto, mas a continuar como está não vamos a lado nenhum e é preciso meter na cabeça de certos jogadores que cada jogo é uma final na luta pela SOBREVIVÊNCIA do Beira Mar.

Anónimo disse...

Caro Senhor, apenas um comentário, para dizer que a minha tristeza de hoje é a mesma de ontem, quando os resultados não eram os que se pretendiam ou até, exigiam. Já quanto a outras posturas, claramente se nota que, como diz o Povo, "muda-se o tempo, mudam-se as vontades"...; mas sim, acaba por ter razão. A união pode vir a fazer a força. Pena que não tenha defendido dessa mesma forma, essa mesma união antes. E não se esqueça de que há quem tenha a responsabilidade de dirigir e tomar decisões.
Cumps.

Anónimo disse...

admito que antonio sousa possa trazer mistica ao beira mar, mas porem n concordo com a sua escolha para treinador do beira mar, talvez uma cargo de director desportivo, (como vitor oliveira no leixoes), o tempo de antonio sousa ja se esgotou. O beira mar precisava era de ideias novas....
Sei k mtos n concordam cmg, mas sao opinioes pessoais, cada um com ideias diferentes e diferentes formas de encarar situaçoes....

Rui Almeida disse...

o beira mar tem mais de 20 jogadores novos!!!nao vamos ser injustos e ter calma,e muito fácil a 4ª jornada criticar...e preciso tempo e lembrar que o objectivo nao é a subida...eu sei que uma opiniao sua,e k gosta do beira mar como poucos,ms muita gente k le este post,e que nunca viu o beira mar jogar,tambem dificilmente vai querer ver..vamos todos apoiar o beira porque os resultados vao aparecer! força beira.obrigado e parabens pelo trabalho realizado!

Anónimo disse...

Nem mais.

PSS

Anónimo disse...

Boa tarde!


Se há alguém que não merece os resultados da equipa profissional é esta Direcção, que tudo tem feito para remar contra a maré e a ingratidão de uma cidade, que como dizem os Coimbrinhas, não tem testosterona, e que se pudesse, como pode, deixava os seus símbolos
à deriva. Não entendem que se pode ajudar, gostar e sofrer com aqueles que não são os melhores desportivamente .....

Domingo de manhã lá estarei a puxar pelo meu clube, amargurado, mas estarei.


Os melhores cumprimentos

Luis Moicano

Paulino da Silva disse...

Juntos, somos a força do SC Beira Mar....como sempre, estás igual a ti próprio, caro Nuno...
Eu estarei também a acompanhar no domingo o nosso clube...de Angola...

Nuno Q. Martins disse...

Quando escrevi este post sabia que, à partida, não iria coleccionar amigos com ele. Se fosse um texto para dar graxa ou passar a mão pelo pêlo a alguém, estaria tudo bem. Acontece, porém, que essa não é a minha maneira de ser e de estar. Quem me conhece e quem me visita nesta casa há algum tempo já sabe (ou pelo menos tem a obrigação de saber) o que ela "gasta".

Não sou de tecer críticas gratuitas nem destabilizadoras.
Em relação ao presente post, partilhei que não gostei de algo, da mesma forma que sempre partilhei o que penso sobre o clube neste espaço. Como o clube não é do fulano A ou do fulano B, por mais conquistas que obtenha, a vivência Beiramarense, para mim, só faz sentido quando partilhada entre Beiramarenses.

Deste modo, desagradaram-me alguns comentários a seguir a este post, nomeadamente, aqueles que não salvaguardavam o respeito que todos devemos ao António Sousa que é, inegavelmente, uma das grandes referências do Beira-Mar. Devemos ser razoáveis e é esse o espírito que procuro incutir neste espaço. Daí que, face à minha indisponibilidade nos últimos dias para moderar os comentários, tenha optado por suspendê-los. No entanto, decidi voltar a permiti-los precisamente entendo que o funcionamento deste blogue a própria vivência Beiramarense só faz sentido se for partilhada, pelo que, os visitantes do BN têm o direito de verem os seus comentários publicados, mesmo quando o autor do post não se revê nos mesmos.

O que peço aos visitantes do BN, sobretudo, àqueles que gostam e se preocupam com o clube, é que orientem os seus comentários no sentido de irem ao encontro dos superiores interesses do clube e não façam um "mau uso das boas razões" em função de interesses menores ou pessoais.

Cumprimentos.

Anónimo disse...

Parabens pela frontalidade.
Todos nós beiramarenses partilhamos carinho pelo Antonio Sousa, só que o tempo dele passou.
Não está preparado para este tempo.
Isto não é nenhum drama, o que é importante é que ele próprio perceba isto!
Se não perceber a direcção tem que actuar. Isto para bem de todos.
Helder

Maria Miranda disse...

"Não sou de tecer críticas gratuitas nem destabilizadoras...."

Desculpe? Mas talvez eu e o senhor não devemos dar o mesmo sentido a essas palavras....

Porque aquilo que tenho lido não são mais que críticas, que ninguém lhas pediu, e sem dúvida destabilizadoras porque abalam um plantel numa altura em que estes precisam do apoio de todos nós! Principalmente de alguém como o Sr. que deveria dar o exemplo!!!

Mas vamos voltar uns fins-de-semana atrás em que o ouvi a chamar nomes ao Tiago Lemos no decorrer de um jogo... Isso não serão críticas grátis, destabilizadoras e devastadoras para alguém que se calhar quer ganhar mais do que você próprio? Que se limita a ir ao futebol de graça porque se tivesse que pagar talvez não fosse?

São só dúvidas... Porque não tenho por hábito criticar gratuitamente nem destabilizar o que quer que seja!!!

Agora aceite os comentários de todos... Porque a liberdade de expressão é algo a que todos os cidadãos portugueses temos direito...! E mais não digo!

Saudações beiramarenses!

Nuno Q. Martins disse...

Minha cara "Maria Miranda",

Pelas suas palavras já percebi de quem se trata, pelo que, também compreendo a emotividade que trouxe para esta discussão. No entanto, relativamente ao que disse, a nada lhe vou responder e quem vive de facto o dia-a-dia do Beira-Mar e não anda nisto há dois dias sabe bem porquê.

Cumprimentos.

Anónimo disse...

Ainda bem que a polémica estalou agora, mais lá para a frente seria de facto desestabilizadora, neste momento tem de funcionar como um tónico e tem mesmo que inquietar, em qualquer clube, empresa, partidos, existem objectivos e qd estes não são alcançados o que é que acontece?
Pois bem o que temos visto é não vermos nem vitórias, nem boas ou pelo menos promissoras exibições, portanto existe todo o espaço para a critica.E aqui vai a minha, um plantel com o numero de atletas que tem para cada lugar, será que tem necessidade de colocar jogadores que claramente não tem jogado na posição onde são especialistas, caso do Cristiano, do Artur,( se recordarmos a epoca passada e como cresceu como jogador, lembram-se em que lugar jogava?), do Ricardo e do Fábio,pelo menos estes são os que me ocorrem,eu penso que claramente não tem necessidade.Outra reflecção que convem por em cima da mesa, para avaliar o contraste entre as exibições da pré-epoca e as da liga, quem jogou nuns e não jogou nos outros?
Numa equipa que tem pautado a sua postura por uma confrangedora falta de raça, onde tem estado a fogosidade, combatividade e força de um Alexis?
Tendo em atenção a tipologia de jogador dum Fary, eficaz a encostar, onde esteve a equipa montada para o servir?
Enfim reflecções à laia de perguntas, e advinhando reacções do tipo da MM, é que minha cara não havendo resultados, temos de admitir a critica, assim acontece em todo o lado e bem mais severas no mundo da economia que nos paga os salários, aqui sem resultados não há accionista que confie o seu dinheiro.
Penso que A. Sousa tem que refletir, tem que estudar mais a equipa que tem, tem que perceber que os jovens tem que estar motivados, e tal como todos os treinadores das equipas médias, tem que pensar que a sua auto-sustentabilidade também passa por lançar jovens jogadores e proporcionar aos clubes receitas da transação dos seus passes. O futebol mudou, a sua envolvente mudou, os factores de sucesso não passam só por vitórias, embora estas sejam determinantes, não nos podemos esquecer que as audiências nos jogos do SCBM, começaram a cair copiosamente na era Inácio na 2ª liga, e porquê se até subimos?
Pois meu caro A. Sousa é tempo de arregaçar as mangas, esta casa, do SCBM, sei que tb é sua, por isso mto gostava de partilhar do seu sucesso como adepto, e já agora com quotas e lugares de toda a família pagos, e são 4, até final da epoca.

Anónimo disse...

Tenho pena que algumas pessoas ditas do BEIRA MAR, que são os inteligentes do futebol, agora não venham pedir desculpa, porque um jogador do beira-mar foi considerado o jogador do mês pelo sindicato dos jogadores, e eles só o criticaram.
Serão que os senhores que o premiaram, são todos "burros".
Gostava de saber as pessoas de Aveiro em vez de apoiarem só dizem mal.
Força Beira Mar