Arquivos

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Acção estratégica

Este artigo (clicar em cima da imagem para aumentar) saíu ontem no Diário de Aveiro e contém declarações do Presidente da Comissão Administrativa sobre a viabilidade de uma Sociedade Anónima Desportiva para o SC Beira-Mar. Sobre esta matéria, durante as próximas semanas, o BN oferecerá aos seus visitantes alguns contributos para reflexão. Recorde-se que a iniciativa de personalização jurídica da equipa de futebol profissional insere-se num plano, designado por "acção estratégica", desenhado pelo Conselho Geral, o qual foi apresentado à Assembleia Geral (que o aprovou) pela Comissão Administrativa liderada por António Regala, o qual contempla ainda a criação de uma Sociedade Anónima para gerir a marca "SC Beira-Mar" e constituiu uma "Comissão de Negociação" com a Câmara Municipal de Aveiro no sentido de rever o protocolo entre o clube e o município.
Já hoje, a Comissão Administrativa emitiu um comunicado no site do clube, o qual dá conta do trabalho já desenvolvido e aponta baterias para a "re-negociação" do protocolo com a edilidade, pretendendo o agendamento de uma reunião durante a presente semana. Realço, a este propósito, que o clube já efectuou o pagamento de duzentos mil euros à autarquia referente ao terreno das piscinas. Ainda sobre a questão do protocolo assinado entre a CMA e anterior Comissão Administrativa, o BN publicará esta semana um artigo esclarecedor quanto à posição das partes na negociação e na implementação do referido documento.

3 comments:

BM disse...

Enalteço todo o trabalho desempenhado por esta C. Administrativa, em prol do SC Beira-Mar, sobretudo porque conseguiu a proeza de manter o nosso clube vivo, naquele que foi um momento delicado da sua história e, consequentemente atenuar todo aquele "ruído de fundo" que já se tornava insuportável relativamente às anteriores CA’s lideradas por Artur Filipe e Mano Nunes, assim sendo, não tenho nada apontar.
Contudo queria tecer algumas considerações, sobre este artigo, já que este assunto poderá, porventura, ter uma «importância vital» para a definição e reestruturação do futuro do SCBM.
Para já começaria por referir que a questão da "viabilidade", referida diversas vezes neste artigo, é algo que é "praticável", que "pode ser executado"... mas, numa outra orientação será referir-mos para algo que seja "sustentável". Portanto, como sócio, gostaria de saber o que pretenderam com este estudo, se é "algo que seja viável", ou "algo que seja sustentável"? Como não li nada sobre a acepção da "sustentabilidade" não gostaria que a modalidade de futebol se tornasse numa espécie de "Estádio Municipal de Aveiro".. que FOI amplamente um projecto viável, mas NÃO o É sustentável..
Num segundo, e último, ponto gostaria de referir que seria bom/importante debater pluridisciplinarmente alguns assuntos do clube, como é este, em modo de tertúlia ou fórum... ao invés da actual esquematização "fechados entre paredes" com os "conhecidos X's e Y's" e com um parecer/aprovação do Conselho Geral /Assembleia-Geral. Penso que a instituição ganharia com este "debate alargado" e, ao mesmo tempo, serviria para tirar ou colocar dúvidas sobre as diferentes situações em análise e com a adopção desta medida o processo teria um ambiente mais desinibido que nas AG's (reduzia o ruído e simplificaria as convergências) …
Por fim (porque ainda não tive oportunidade) gostaria de saudar todo o novo painel do BN (que claramente tem qualidade!) :)

Abraço

Bruno M.

Anónimo disse...

Proponho um debate publico através da marcação de uma sessão para socios e não sócios onde estejam presentes os membros da negociação.
Rui Dias

Anónimo disse...

É bom saber do que já se fez, mas será que a Camara terá a sensibilidade necessaria?
Vamos ser optimistas.