Arquivos

terça-feira, 24 de agosto de 2010

O bom exemplo do SC Braga, Futebol SAD.



Hoje, o SC Braga qualificou-se para a fase de grupos da Liga dos Campeões. Além de ser uma conquista histórica do ponto de vista desportivo, trata-se de uma conquista muito importante do ponto de vista financeiro, a qual poderá alavancar o SC Braga no desenvolvimento futuro da sua actividade, ou seja, permitir que nos próximos anos tenha equipas capazes de manter o clube na rota do sucesso.

Quem me conhece sabe que sempre recusei qualquer simpatia por algum dos ditos três clubes "grandes". Costumo dizer que, depois do Beira-Mar, a minha preferência clubística recai sobre todos os ditos "pequenos" quando algum deles defronta os tais "grandes". Este meu sentimento resulta do desejo pessoal de ver o futebol português tornar-se mais competitivo, com mais clubes em condições de discutir os títulos e com os adeptos melhor distribuídos, contrariando a tendência de concentração dos mesmos em torno dos ditos três "grandes".

Por isso, hoje fiquei muito contente com a qualificação do SC Braga. Penso que é um passo muito importante em várias dimensões. A primeira, desde logo, ao nível da notoriedade do clube (deverá gerar dividendos para o clube em termos comerciais). A segunda, no que à consolidação da sua massa adepta e associativa diz respeito. A terceira, relativa ao incremento financeiro resultante desta qualificação e à oportunidade que terá de aceder a importantes receitas.

Espero que este "pote de ouro" (de dinheiro e de oportunidades) que o SC Braga hoje conquistou seja bem utilizado (boa gestão!) pelo clube no sentido da sua afirmação social e desportiva, solidificando as suas estruturas no sentido de representar cada vez melhor a sua cidade e o seu país, ao invés do que aconteceu, por exemplo, com o Boavista depois de ter sido campeão nacional.

Para nós, Aveirenses e Beiramarenses, é importante perceber que o crescimento do SC Braga em termos futebolísticos aconteceu com a constituição da sua SAD para o futebol profissional e que o SC Braga, ao contrário do SC Beira-Mar, sempre contou com a colaboração da sua autarquia (dentro dos limites legais). Hoje, ninguém diz que o Estádio Axa é demasiado grande para o clube que o utiliza...

Há muito que, em Aveiro, as pessoas já deviam ter aberto os olhos para os bons exemplos dos outros em vez de defenderem com "unhas e dentes" a sua tacanhice.

11 comments:

Anónimo disse...

O BRAGA é o Salvador ....

Anónimo disse...

2 pontos a reter na minha opiniao...
1º quando o braga se lançou no projecto da SAD com este presidente... ele apresentou nao um conjunto de ideias, mas sim um projecto de crescimento sustentado a 5/6 anos.
2º pelo que me deu a entender daquilo que li e fui ouvindo, o projecto apresentado por esta presidência do beira, era confusa e visava apenas o presente(a salvação do clube)...

defendo a criação da beira-mar futebol SAD mas com um projecto de crescimento sustentado com metas relativamente ambiciosas... pk a verdade e que se a SAD estourar acaba por estoirar o propio beira-mar... estruturar uma proposta, um rumo e apresentar um projecto sólido, conciso e ambicioso....

PS lembrem-se quando o Salvador disse que queria meter o braga na champions, todo disseram que ele era um utópico...

Pedro Domingues

Anónimo disse...

Pois...o problema é que o Braga teve a sorte de, além de contar sempre com o apoio da autarquia que sempre viu no clube o principal veiculo de promoção da cidade e até da região, contar também com gente competente e com visão, ao contrário do >Beira Mar que teve o Engº Mano Nunes que apesar do muito que conseguiu para a realidade do clube e da cidade, teve sempre de contar com a oposição da Câmara e com a oposição da 5ª coluna e...com a incompetência total de quem veio a seguir, que pôs o clube à beira do fim...

S.Cruz disse...

esta presidência nem projecto tem!

Anónimo disse...

mas tem o nosso apoio...dos iletrados...dos não doutores...porque estes estragaram tudo...portanto para nós povo, esta direcção qualquer que seja o desfecho é a melhor.

Anónimo disse...

esta presidencia tem projecto e vao mudar novamente o simbolo. Eu li e sei pq votei neles. Eles tem um projecto fantastico e difisil para o clube. Força

Anónimo disse...

Aveiro tem um tecido empresarial mais fraco. Embora acredite que é perfeitamente possível o nosso Beira-marinho alcançar tais voos. A questão, diga-se, passa pela travessia de cegueira que assolou quem foi o leme nos últimos anos. A população de Aveiro é de aproximadamente 70 mil habitantes, o nosso estádio tem capacidade para 30 mil lugares, ou seja, teríamos que ser perto de 50% para lotar o estádio e consequentemente empurrar e catapultar o clube. Ora, a meu ver, a solução passa por transformar um clube de concelho, para um clube regional. Acolher os de Albergaria, Ílhavo, Oliveira do Bairro, Anadia, Águeda, Vagos, Ovar, Estarreja, Sever do Vouga, Vale de Cambra, etc. O Marketing é uma ferramenta utilizada em todas as empresas e todos nós temos consciência que isto?! é uma industria. Joguemos o jogo que eles também jogam. Em suma, o problema é não é infra-estrutural, mas a "tacanhez" e a inexistência de um rasgo ....

Anónimo disse...

O anónimo das 00:55 diz o que a maior parte das pessoas pensa, tem os meus parabéns

S.Cruz disse...

a maioria destes anonimos dão-me vontade de rir, ahahah, mudar o simbolo...projecto...ahahah! visão de futuro? 1 milhão de euros de lucro no fim da época.

Anónimo disse...

Aveiro é assim, em tudo.
Falta de visão.
Tambem não me revejo no meu beiramarzinho.
Tal camara, tal beiramar, deixa andar a algum lado vai parar.

Anónimo disse...

Este S.Cruz ainda tem muito que aprender...e o primeio passo é aceitar a opinião dos outros embora discorde...