Arquivos

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Beira-Mar Futebol SAD entra em "leilão"

Parece que afinal interessados não faltam em aderir à eventual futura SAD do Beira-Mar. Depois do pontapé de saída de Majid Pishyar (ver artigo), e da resposta de Mano Nunes (ver artigo), a Rádio Terranova avança hoje com o nome de outro potencial investidor (ver notícia). A ver vamos se não se trata de fumo sem fogo para baralhar a Assembleia Geral de amanhã. Gostaria apenas de deixar uma observação adicional, reforçada pela notícia da Terranova. Algumas vozes têm-se levantado quanto ao modelo de SAD proposto pela direcção, onde 80% do seu capital ficaria na posse do(s) investidor(es), enquanto o clube ficaria com 15% e os associados com os restantes 5%. Em termos práticos, esta solução é exactamente igual à disperção de 60% do capital proposto no anterior projecto de SAD apresentado. Quem ficar com a maioria, fica com o controlo das decisões estratégicas sobre o futebol profissional, independentemente de se tratar de 80%, 60% ou 51% (como é expresso na vontade do potencial investidor Vítor Pinto da Costa). A aspiração é legítima. É expectável na óptica de quem avança com o capital ficar com o poder de decidir o rumo do seu investimento. É aliás esta a prática de grande parte das SAD's em Portugal e na Europa, pelo simples facto que desde há muito tempo (com excepção para alguns colossos europeus) os clubes deixaram de poder alavancar financeiramente uma actividade desportiva que movimenta milhões de euros.

5 comments:

Anónimo disse...

baralhar o quê? a direcção é que decide para quê isto tudo? se derem carta branca à direcção está feito. É difícil?

sócio do Beira Mar disse...

eu continuo a bater na mesma tecla..

andamos há uma semana a discutir propostas que estão nos jornais e na rádio. para quê??

o que conta é a proposta da direcção e essa proposta tem de estar escrita numa folha e assinada pelos subscritores!! mais nada!!

amanhã logo se vê qual é efectivamente o modelo de SAD e o modo de implementação dessa SAD.

Anónimo disse...

Este Vitor Pinto da Costa??? Onde é que eu já vi este nome?...

Anónimo disse...

Não é verdade que a maioria das SADs em Portugal dêm controlo aos investidores. As dos 3 grandes são controladas pelos 3 clubes que as suportam, por exemplo.
Uma das primeiras e poucas SADs a disponibilizar controlo aos investidores foi a do Boavista, mas nunca apareceram investidores para lhe pegar, devido ao tamanho do buraco que havia para tapar.
Bendito Beira-Mar que apesar de todos os seus problemas, tem tanta gente interessada em lhe pegar.

Anónimo disse...

Como é possível?
Este Vitor Pinto da Costa acabou de provocar a falência do Grupo Beliape, em Oliveira de Azeméis, com vários processos em Tribunal e farta documentação na Internet.
Já faliu a Air Luxor, hotéis no Algarve, construção civil e tudo o que apanha nas mãos.
Anda com seguranças e amparado por um Advogado já processado por tráfico de drogas.
Como é possível que ainda tenha lata para aparecer com mais "INVESTIMENTOS"?