Arquivos

sexta-feira, 16 de março de 2012

Benfica 3-1 Beira-Mar

O Beira-Mar a entrar em campo com Bura no lugar de Hugo, Nuno Lopes no lugar habitual de Pedro Moreira, Jaime foi deslocado para o centro da defesa ao lado de Bura, Yohan Tavares subiu uns metros para jogar no meio-campo defensivo, Zhang e Dias um pouco mais adiantados, lado esquerdo Joãozinho, na direita Balboa e Artur com acção livre na frente de ataque, na baliza Rui Rego.

Aos 8 minutos, primeiro lance de perigo, remate de Nelson Oliveira para defesa fantástica de Rui Rego. A resposta aveirense surgiu aos 12 minutos com Jaime a cabecear ao lado. O Beira-Mar a jogar com o bloco muito recuado não permitiu ao Benfica a criaçao de grandes oportunidades, até ao minuto 26, altura em que Oscar Cardozo, após cruzamento de Witsel, limitou-se a encostar a bola na baliza de Rui Rego. Ainda antes do intervalo o Benfica ampliou a vantagem numa altura em que nada o fazia prever, Gaitan aproveitou a desatenção da defensiva aveirense e atirou a contar.

Na segunda parte o Benfica entrou a marcar, passe fantástico de Nelson Oliveira que aproveita da melhor forma um erro de Bura e de calcanhar isola Cardozo para o terceiro. O Benfica foi relaxando com o passar do tempo e apesar do três zero a nossa equipa não desistiu, conseguindo mesmo o tento de honra já perto do final. Arrancada de Balboa pela direita com o extremo a servir Cássio que já dentro da área bateu Artur.

De enaltecer a atitude da equipa que perante um 3-0, não desistiu até final de procurar deixar a sua marcar e minimizar os estragos!

3 comments:

Anónimo disse...

Vai ser muito dificil. A equipa é débil e não tem uma estrura sólida e competente que a apoie.

Jota disse...

Fico muito triste por ver um clube como o Beira-Mar jogar em pleno Estádio da Luz com um dos esquemas mais defensivos de que me recordo.
Jogamos com 3 centrais, 2 defesas-esquerdos, um médio/ala a ponta-de-lança...
Tirando os últimos 15min em que o Benfica claramente já tinha tirado o pé do acelerador, não tínhamos até aí realizado um remate digno desse nome.
Na 1ª parte, e com excepção do cabeceamento do Jaime, não fizemos mais um remate que seja, e muitas vezes tivemos 21 jogadores enclausurados no nosso meio-campo!
Só gostava que os pseudo-comentadores, os típicos do costume, viessem agora criticar tanto o treinador conforme fizeram com o Rui Bento. Mas infelizmente, e tirando o resumo do jogo por parte do José Ribeiro, nem mais um comentário para amostra.
O Rui Bento tinha muitos problemas, mas foi igualmente muito criticado indevidamente porque simplesmente havia quem não fosse com a sua cara. Ainda me recordo de empatar com o Sporting em casa, de perder 1-0 com o Benfica numa infelicidade do Rui Rego mas dar luta até final, de perder com o Porto 1-0 mas desperdiçar uma oportunidade de baliza aberta a 1min do final, de perder 2-0 em Alvalade mas criar oportunidades suficientes para outro resultado,...
Na 6ª feira? Entramos com uma equipa para perder por poucos, mesmo a perder 3-0 continuamos a não criar uma oportunidade que fosse. Mas parece que está tudo bem...
Afinal, só "apanhamos" 4 em Vila do Conde (mas segundo o Pedro Marques já se viu um treinador mais mexido...), e "apanhamos" outros 3 na Luz, num jogo em que o Benfica nem precisou de se esforçar muito... Vale ao menos a vitória num jogo muito fraco, há que dizê-lo, frente ao Gil Vicente.
Enfim, os iluminados do costume, em especial um, deve estar com a luz apagada desde o momento em que o anterior treinador saiu...

Cumprimentos

Anónimo disse...

eu acho que foi muito bom e quase empatamos o jogo se dura mais um bocado e esta tudo bem e viva o beira mar porque criticar e dizer mal e nao se pode e o beira mar é o maior e joga muito mas as pessoas não gostam porque querem dizer mal