Arquivos

domingo, 16 de março de 2008

A 5 pontos...

Uma tarde agradável e um cartaz interessante levaram ao EMA cerca de 3000 espectadores. O jogo em si correspondeu às expectativas. O equilíbrio foi a nota dominante num encontro em que o Beira-Mar - e bem - foi a equipa que mais fez por vencê-lo.
Depois do golo de Maurinho, a equipa soube posicionar-se em campo, conseguindo manter o adversário longe da baliza e, por conseguinte, sem grandes oportunidades de lograr o empate.
Os últimos jogos do Beira-Mar têm sido bem conseguidos e a equipa conhece agora uma dinâmica interessante que ainda nos faz sonhar. No entanto, a margem de manobra é escassa e qualquer tropeção numa das sete "finais" que faltam pode significar o abandono definitivo da luta pela subida.
Não existem motivos para euforias, mas, pelo menos, temos uma equipa determinada e a praticar um futebol agradável.
-
P.S.- Num momento em que a equipa ainda sonha com a subida, os salários em atraso podem constituir um factor de instabilidade, bem como, a convocação de um processo eleitoral nesta altura...

16 comments:

Anónimo disse...

Bom jogo. Se ganharmos os jogos TODOS temos alguma probabilidade (alta) de ficar nos dois primeiros lugares.
Não me parece existir qualquer margem de erro. Vai ser difícil, mas é possível.
Rui Sá

PN disse...

Que pena nao jogarmos assim desde o inicio da epoca. A equipa, com P.Sergio, mostra completamente outra personalidade. Vitoria importante com um bom apoio dos adeptos. Gostei de ver o estadio com 4000 mil pessoas. Agora é para ganhar na povoa...a caminho da primeira!!!! AVEIRO E BEIRA MAR SEMPRE!

Ps- Um bem-haja para os apanha-bolas.lol

Daniel disse...

Obrigado 'a equipa tecnica liderada pelo Paulo Se'rgio e aos jogadores do plantel pela transformacao que operaram no jogo da equipa. Mesmo que nao estivessem a ganhar, e' isto que esperamos da nossa equipa de futebol. Voltamos a ter prazer em seguir jogos vossos.

Ganhem no proximo fim de semana e eu junto-me aos sonhadores. Ate' la' e ate' ao fim do campeonato, espero que continuem com o trabalho afincado que tem desenvolvido e mantenham a seriedade que tem demonstrado ultimamente. Neste caso, mesmo que nao subam, irao conquistar adeptos para a vida em Aveiro.

Tenho sido muito critico em relacao 'a actual direccao, mas nao tenho problemas nenhuns em dar-lhes os parabens pela contratacao do actual treinador. Espero que consigam atenuar os problemas financeiros mais importantes do clube ate' ao fim do mandato e que como comissao administrativa recuperem o rumo que perderam ha' muito. O vosso sucesso e' nosso tambem.

Gabriel Baltazar disse...

Foi uma tarde em que finalmente senti Aveiro com o Beira-Mar. E senti uma equipa com vontade de mudar o rumo no seu campeonato. Confiante!

A equipa está completamente transformada no ponto de vista psicológico. E nós só não os podemos deixar ir abaixo. Conseguir 10 pontos em 12 possíveis nos últimos 4 jogos é muito bom. E na Póvoa apelo à comparência dos aveirenses no estádio. Será absolutamente decisivo e "fantástico" caso o Beira-Mar vença.

De negativo tenho a destacar à entrada uma situação na qual a polícia não queria deixar entrar um bandeira (sem o cano) somente com 3 três símbolos antigos do Beira-Mar!

P.S 2 - Agora começo a perceber o porquê de alguns sócios não levarem cachecóis para os jogos, ainda ficam sem eles!

Anónimo disse...

Por que não a EMA ou outra entidade apoiar a deslocação de beiramarenses á Póvoa, na próxima jornada à semelhança do que aconteceu aos trofenses (5€ = bilhete e viagem)
Sócio

Anónimo disse...

Foi fantastico, mas acho que foi apenas um balão de oxigénio.
Os atletas e empregados estão com muita falte de "ar".....

PSousa*Bancada Directa* disse...

Gostava de saber onde estão, os senhores que antes diziam que o plantel era fraco?!!!

A verdade é que tem algumas dificiências, mas também tem muitas virtudes...é preciso treino e saber motivar..

Abraço

PN disse...

O plantel nunca foi fraco. Tudo bem que nao é aquela equipa que há dois anos dominou desde inicio o campeonato, mas o actual plantel é bem razoavel. Faltava um lider que soubesse motivar o grupo. Esperemos que nao tenha chegado tarde.....

Rui Nunes disse...

1- muito sinceramente... um jogo que nem sempre bem jogado me deu prazer de ver, sentir e estar presente! Sentiu-se um pouco mais de aveiro neste jogo, mas acima de tudo muito mais beira-mar.

2- Não pagam aos jogadores e funcionários? Humm.. Provavelmente estão a pensar deixar mais este calote para juntar ao cheque do cursach.... E assim ainda conseguirao juntar algumas rescisões por justa causa... "porreiro pá!"

Daniel disse...

Caro psousa, eu sou dos que disseram e ainda diz que o plantel e' fraco. Se o nao fosse teria:

. dois jogadores de nivel semelhante por posicao
. guarda redes seguro, que sai bem da baliza e joga bem com os pe's
. laterais seguros a defender e com capacidade para subir de vez em quando e cruzar bem
. centrais possantes e ageis, que errem muito pouco, com presenca fisica nas bolas paradas nas duas balizas
. trincos com capacidade de destruir e recuperar a bola, com grande pulmao e que a consigam entregar jogavel na esmagadora maioria das vezes que a recuperam
. condutores de jogo com visao, tecnica, velocidade e passe acima da media
. extremos rapidos que possam romper, cruzar e desmarcar-se
. alguem para bater livres (directos ou nao) e cantos com qualidade
. Finalizadores que em cada 3 ocasioes, marquem pelo menos 1

Se acha sinceramente que o plantel do Beira-Mar este ano tem isto tudo (ou ate' apenas 65% do que aqui aponto), passo a concordar consigo.

O que nunca apontei (e nao me lembro de muita gente apontar) a este plantel e' que fosse fraco em entrega ao jogo. Nisso temos um dos melhores planteis dos ultimos 10 anos.

Concordo consigo numa coisa... um bom timoneiro disfarca muita coisa, desde que o plantel nao seja fraco em vontade de trabalhar. Estou convencido que e' isto que temos agora.

Se tivessemos um plantel forte e um mau treinador, nao estariamos melhor do que estavamos ha' 2 meses.

Com respeito, saudacoes beiramarenses.

Anónimo disse...

ESte Dani continua o mesmo lírico.
Com as referências que ele indica qualquer equipa seria campeã do Mundo. O que vale é que ele não estaria lá para pagar os ordenados - phonix.
João Alavão

Anónimo disse...

Isto é um espectáculo!!!!!!!!!
Ò Nuno de vez em quando também falhas. Escreveste em Janeiro, após o jogo Beira-Mar - Vizela que: "ROGÉRIO GONÇALVES DEVE ESTAR ARREPENDIDO DE TER VINDO PARA O BEIRA-MAR".
Pelo que se vê NÓS é que estamos arrependidos de o ter cá como técnico. Se ele tivesse ido embora duas jornadas antes.........
Podes ser o melhor dos adeptos, mas, como se vê não és o IRREPREENSÍVEL. Também falhas como as notas de 10.000 para os pobres.
Por falar em dinheiro, um bloguista beiramarense conceituado, afirmou peremptoriamente na saída de Rogério Gonçalves que tal se ficava a dever por existir dinheiro no Beira-Mar.
Em que ficamos com adeptos destes????????

O PROVEDOR DOS ADEPTOS DO BEIRA-MAR

PSousa*Bancada Directa* disse...

Caro Daniel, penso que tudo o escreveu, nem os três grandes de Portugal têm, mas é a sua visão e só tenho que respeitar...

Sem dinheiro e com actual crise, nem tudo é mau, e o treinador bem comprovar isso, longe de magalomanias....

Espero sinceramente que o clube avance num futuro próximo com mais qualidade directiva e organização.

Abraço

Nuno Q. Martins disse...

Anónimo das 7:12 PM, ou, o auto-intitulado "PROVEDOR DOS ADEPTOS DO BEIRA-MAR":

Não percebo muito bem o que quis dizer, mas parece-me que o Rogério Gonçalves, não sendo um treinador brilhante, tem um CV que deve merecer respeito. De facto, a sua passagem pelo Beira-Mar revelou-se um insucesso, como foi a passagem do Manuel Cajuda e do Carlos Carvalhal, por exemplo. É preciso dar condições de trabalho e estabilidade aos treinadores para se poderem assacar responsabilidades.

Aproveitando a "deixa", aproveito para dar uma "achega" à discussão sobre a qualidade (ou ausência dela) do plantel. Penso que o plantel é fraco, como também é muito fraca esta Liga Vitalis. Em termos individuais, o plantel tem alguns jogadores muito fracos e alguns acima da média nesta Liga. Parece-me que a dinâmica colectiva que a equipa adquiriu desde a chegada do Paulo Sérgio consegue suprir as debilidades individuais de alguns atletas. O meu maior receio é que essas debilidades possam resultar nalgum dissabor nos próximos jogos e a nossa margem de manobra, nesta altura, é escassa. Ainda assim, o encanto do futebol também passa pela sua imprevisibilidade.

Cumprimentos.

PSousa*Bancada Directa* disse...

Nuno,

É óbvio que o plantel não é muito bom, e tem algumas debilidades, mas está longe de ser um péssimo plantel como muitos querem fazer crer, e penso que por vezes quando o plantel é fraco, podem vir muitos treinadores que nada fazem, o que não é o caso...

E já agora ter um currículo com vários clubes, não quer dizer que se seja um óptimo treinador, como o inverso também é igual, pois um treinador sem curriculo[ou com pouco] pode ser melhor que muitos outros, depende muitas cirscunstancias, mas isso são situações que não vou discutir aqui, só digo que muitos engana-se com os CV, e os clubes [dirigentes e adeptos] também.

A imprevisibilidade somos nós que a fazemos e conquistamos, a maioria das vezes, tal como a sorte que muitos adeptos apregoam, e que não sou muito apologista.

O futebol não é uma discussão de café, é muito mais do que isso, e muito mais complexo, e como não sou muito emocional[também a tenho], tento ser mais racional, não penso com os resultados, mas sim numa conjectura de vários factores.

Só me resta respeitar quem pensa diferente de mim, pois compreendo...
Abraço

Nuno Q. Martins disse...

Caro Daniel,

Queria pedir-te desculpa porque, por lapso, ao publicar os comentários na área de moderação, sem querer, recusei o teu. O computador estava lento e a janela moveu-se e em vez de clicar no "publicar", cliquei no "recusar". As minhas pressas dão nisto... Pelo facto, peço-te as mais sinceras desculpas.

Um abraço.