Arquivos

domingo, 30 de março de 2008

Naufrágio na Póvoa...

Era um jogo muito importante para a manutenção das expectativas quanto à luta pela subida de divisão. No entanto, a exibição da equipa foi muito fraca e a vitória do Varzim foi inteiramente justa. Paulo Sérgio, que tem desenvolvido um trabalho meritório, caíu do olimpo.
Após esta jornada, o Beira-Mar fica a 8 pontos (!) do segundo classificado, o Rio Ave - próximo adversário. Com apenas 6 jogos pela frente, ou seja, 18 pontos em disputa, torna-se praticamente impossível reentrar na luta por um dos dois primeiros lugares. Assim sendo, numa fase em que o futuro directivo do clube vive um período de indefinição, uma certeza parece adquirida, a de que o Beira-Mar estará na próxima época, novamente, na Liga Vitalis.

19 comments:

Carlos Almeida disse...

Mais uma vez te digo, mandar bocas para o ar é facil, agora assumir as responsabilidades e tomar conta dos destinos do clube é outra. Reconheço o teu papel importante no Movimento 1922 mas nunca achei que dai pudesse sair alguma alternativa util para o BM, e agora confirmo essa ideia.
Gostava que quem so critica agora desse a cara, e apresentasse alguma alternativa como ja vi na vizinha Academica fazerem. Com isto não estou a dizer que esteja de acordo com este desastroso mandato, mas axo que é uma ideia que partilho com muitos socios do Beira Mar.

Carlos Almeida disse...

Nuno, só mais uma coisa que acho lamentável. Quando o BM ganha por vezes estas dias para actualizar o blog, à primeira derrota actualizas no dia do jogo para a anunciar que nossas hipoteses de subir caíram por terra. Não estou a dizer que isso te satisfaça mas que o parece lá isso é verdade.

Nuno Q. Martins disse...

Carlos Almeida,

Penso que não nos conhecemos de lado nenhum. Pela sua prosa, presumo que nunca tenha estado nalguma iniciativa do Movimento 1922, caso contrário, já teria percebido que o M1922 não é uma rampa disputar eleições. Leia o manifesto do Movimento, abra um pouco o horizonte das suas perspectivas. Se era a sua ideia que do Movimento 1922 saísse alguma lista candidata aos órgãos sociais, tais expectativas não partiram, nem da minha boca, nem da minha escrita aqui ou noutro lado qualquer.
Mas, também lhe digo, se o amigo é sócio, então também se pode candidatar. Avance!

Quanto ao segundo comentário, cada um sabe da sua vida e eu sei da minha. A suposições estúpidas como a que fez, respondo com desprezo.

Ricardo Salgueiro disse...

Há por aqui alguns imbecis, sejam eles almeidas ou outra coisa qualquer...

Anónimo disse...

O beira detou tudo a perder.
Na 1º parte o Beira teve uma oportunidade flagrantissima e falhou (Roma), na 2ª parte teve outra oportunidade (Ricardo) e, ficou-se por aqui; e o Varzim quantas teve? - Pra aí umas dez, não? e de baliza aberta.
O nosso keeper tem os chamados pés de cabra - será que o jogo com os pés não se treina?
Pareceu-me que houve ali jogadores que não estavam interessados em jogar (?), será por lhes faltar o dinheiro pra buxa?
O P. Sérgio não terá armado mal a equipa? Não sabia do valor do extremo direito e o pnta de lança a descair para a esquerda (Yazalde), não sabia que o defesa esquerdo (Telmo) é quase intransponível, sem desiquilíbrios, não sabe que o jogo passa todo pelo Marco Claudio?
Quantos livres teve o Varzim à frente da área do Beira? Uma data deles até que um deles deu em golo.
Pra já é só.
A nossa clak(?, entrou muda e saiu calada - só deu trabalho aos policiais.
Comecem é já a preparar a próxima época, com jogadores da casa e outros baratinhos com vontade de subir e mandei metade das vedetas embora.
Até já
Zé (da Trincha) Lopes

Carlos Almeida disse...

Estive na primeira iniciativa do Movimento no IPJ e ao contrario do que dizes sei os propositos do mesmo. Enganas-te se achas que estaria à espera que tu ou alguem do Movimento apresentasse uma solução concreta neste momento, mas não deixo de achar que para quem conseguiu mobilizar tantos sócios seria importante ter agora uma palavra a dizer. Foi importante agitar as águas, ter a iniciativa de levar os socios a requerer uma assembleia geral, mas as boas intenções e também alguma busca de protagonismo pouco trouxeram até agora ao nosso Beira-Mar.
Imbecil ou não é o que acho, porque o tempo das criticas para o ar parece-me há muito que ja passou.

Nuno Q. Martins disse...

Carlos Almeida,

Se o envolvimento dos sócios na vida e nos problemas do clube para si é irrelevante, então, temos pontos de vista diferentes. No âmbito do Movimento, o trabalho que se tem desenvolvido permite ao clube ter perspectivas de futuro. Existe gente jovem e menos jovem, com ideias, disponível para fazer parte do futuro do clube e colaborar com qualquer direcção que seja credível e apresente um projecto que contemple o papel dos sócios no desenvolvimento da instituição.
Agora, parece-me importante separar as águas. Uma coisa é a actividade aglutinadora e mobilizadora do M1922. Outra, é a minha posição pessoal sobre o momento do clube. E essa, já a manifestei em vários locais. Tanto aqui no blogue, como na última Tertúlia do M1922, como nalguma imprensa que me interpelou sobre o assunto.
Disse-o, sem rodeios, que gostaria de ver uma candidatura do Eng. Mano Nunes. Parece-me, no universo Beiramarense, a pessoa mais qualificada para liderar um projecto nesta fase da vida do clube. Também tive oportunidade de dizer que gostaria de saber o que pensa José Cachide, uma vez que no final desta época será, certamente, o maior credor do clube. Logo, é uma figura incontornável do futuro próximo do Beira-Mar. Penso que uma solução sustentada passará por estes dois nomes que referi. Atendendo à situação financeira do clube, só gente com capacidade de gestão, capacidade financeira e experiência no futebol pode assumir a liderança de um projecto credível para o clube.

Quanto ao Movimento 1922, continuará a pugnar para que o papel dos sócios não seja esquecido (independentemente das direcções), não para ser a voz dos sócios, mas sim, para dar voz aos sócios. O que não é a mesma coisa.

Para terminar, apenas lhe quero pedir que leia com mais atenção os posts que tenho escrito. Penso que não tenho "atirado críticas para o ar". Quando critico negativamente algo, procuro apresentar um ponto de vista alternativo. Procuro manter essa postura, da mesma forma que, quando assim o entendo, sou o primeiro a elogiar algo que o mereça. Não me acuse insidiosamente, como o fez.

Anónimo que também esteve no M1922 disse...

Oh Nuno, ele não se chama "Carlos Almeida" isso é um pseudonome.
É verdade.. não actualizes mais o teu blog porque assim estás a compactuar com o desastre do club. A culpa do SCBeira-Mar perder, em todas as modalidades, é tua e do Movimento1922 não é? :)
Estar a X pontos de subir e a Y de descer, a responsabilidade será sempre dos mesmos, aqueles que "falam e que não dão a cara...?!"
Que só por teres um blog e gostarwa do SCBeira-Mar és protagonista de um papel qualquer que alguém entende que é o principal..
Sinceramente.....
Haja paciência para os aturar.

Gabriel Baltazar disse...

Nuno só uma rectificação. Faltam 6 jornadas para o término do campeonato, não 5 como referiste.
Mas se queres que te diga, nem que faltassem 7 ou 8 esta equipa conseguiria aquilo com que tinhamos vindo a sonhar até ao apito final do jogo desta tarde.
Não fui à Póvoa devido ao aniversário de um grande amigo meu, mas assim que fiquei a conhecer o resultado final, percebi que de facto já "era muita fruta" o que o Beira-Mar vinha a fazer nos últimos jogos e que as vitórias não poderiam durar sempre.
Assim sendo o Beira-Mar está a 8 pontos do 2º e do 1º lugares. Isto quando faltam 18 pontos para disputar. Ou seja se o máximo que o Beira pode alcançar são 52 pontos, e Rio Ave e Trofense têm 42 cada. Não acreditando eu que o Beira-Mar ganhe todos os jogos, e que as duas equipas da frente não consigam mais que 7 pontos (ficariam com 49) e o Beira-Mar em caso de apenas uma derrota (49 pontos tambem), parece-me ilusória uma subida esta época. Ainda para mais quando temos o Gil Vicente em crescendo e Rio Ave e Trofense sem descolarem da frente desde as primeiras jornadas.

Para o ano o Beira-Mar continua na Liga da Água, espera-se que com uma equipa mais aveirense, e de facto mais capaz e credenciada para atacar a subida. Até lá é preciso pagar o que há a pagar, pôr ordem na casa e mudar o estilo de gestão!

Anónimo disse...

Acabou!
Periodo para repensar, dispensar, corrigir, despedir, alterar, modificar, mudar, sair.

Fermelanidades disse...

Foi melhor assim a derrota porque já se andavam a prognosticar altos voos para o beira beira e neste momento, muito mais importante do que subir, urge arrumar a casa com vista à próxima época. É preferivel começar do zero do que andar metido em loucuras desenfreadas que só ajudam a afundar ainda mais o clube.

Abraço

Rui Nunes disse...

Aos almeidas, loureiros, e outras vozes...

Quem não conheçe o que esteve na génese do m1922, ou prefere por ventura ver no M1922 algo que não o é... por favor informem.se!Falem com pessoas do movimento e perceberão a génese do mesmo.

Não "somos" o D. Sebastião do Beira-mar.

Percebo que alguns tivessem depositado no movimento as suas esperanças, por ter sido esta a voz mais activa, isenta e idonea do clube nos ultimos tempos, mas lembrem-se mais uma vez dos principios do mesmo.

A ideia é que o movimento perdure no tempo (independentemente de quem estiver á frente do clube e até do proprio movimento) sendo sempre uma voz activa na discussão e PROMOÇAO do clube.

Bons dias a todos.
e até pro ano na segunda liga :(

Anónimo disse...

ao menos nao descemos de divisão, durante muito tempo estive a ver a nossa situação muito negra ... e quanto ao senhor que tem uma visão alterada da realidade, o movimento é um elemento importante para a vida do clube, os sócios fazem o clube, os sócios são o clube!! eu sou, com muito ORGULHO, atleta de Boxe do Sport Clube Beira-Mar!
Eu até gostaria de comandar uma solução credivel, mas precissava de socios que amam o clube mesmo para se juntar a mim e que tivessem disponibilidade claro! as vezes parece que basta um pouco de bom senso e nao querer logo tudo! que foi o maior erro desta direcção ... ganancia.
Alias até ia para presidente sem ganhar nada, nao precissava de nenhum BMW porque o meu Fiat Punto anda muito bem!

Rúben Marinho, Socio nr 3618

Nuno Q. Martins disse...

Gabriel,

Obrigado pela rectificação. Já corrigi no post.
A nossa margem de manobra, à partida para esta jornada, já era mínima. Com esta derrota, deixou de existir. Torna-se difícil acreditar que alguma equipa vença 6 jogos consecutivos nesta fase e numa liga tão competitiva como é a Vitalis. No entanto, os jogadores e técnicos são profissionais e têm que continuar a trabalhar com o objectivo de ganhar jogo a jogo. Para nós, adeptos, é melhor refrear os ânimos para que a desilusão seja menor.

Abraço.

Carlos Almeida disse...

Não vou perder tempo com discussões de pseudonomes porque nunca aqui coloquei um comentário anónimo, como vejo ser habitual. O que fiz foi expressar a minha opinião e confirmar um facto que me parece facil de perceber: é bom discutir o futuro do clube e nesses termos acho positivo o que foi feito até agora, mas apresentar soluções e criticas sem ter capacidade e a possibilidade de as por em pratica na altura certa parece-e inutil. Isto mais que uma critica é um lamento porque sei a actual situação do clube e não estava a espera de D. Sebastiões a aparecer nestes dias de nevoeiro. Como sócio estou atento ao que se vai passando e acredito na capacidade de conseguir-se algo com o M1922, mas acho que isso so será possivel com uma direcção que dê ouvido aos associados, o que não foi o que aconteceu nestes ultimos tempos. Ou seja as ideias do movimento so poderão ser uteis se quem vier a seguir tiver a capacidade para se sentar a mesa e dicutir o clube no sitio certo, sendo claro e transparente na criação do que deve ser o plano do nosso clube no futuro em conjunto com todos que querem o bem do nosso SCBM.

Daniel disse...

Ha' umas semanas atra's escrevi aqui que se nos 4 jogos seguintes o Beira-Mar ganhasse 3 e empatasse 1, passaria a acreditar que era possivel subir. Confesso que nao e' verdade... ganhamos 2, empatamos 1 e perdemos 1, e eu mesmo assim passei a acreditar que ainda somos capazes de la' ir.

E' verdade que a equipa estava com uma margem de erro muito pequena e que ficou ainda mais reduzida nesta jornada, mas considerar-se que foi tudo por agua abaixo devido ao resultado e exibicao deste fim de semana, principalmente pelo que de bom se tem feito nos ultimos tempos, parece-me exagerado. Tivemos um dia mau em muitos aspectos e encontramos o melhor Varzim da epoca. Ganhou o melhor. Siga.

Para quem, de um momento para o outro, deixou de acreditar, respondam-me como ficara' a vossa crenca se no proximo fim de semana ganharmos ao Rio Ave (ficando com vantagem no confronto directo) e Vizela e Gil Vicente empatarem no confronto que tem entre si (este cenario nao me parece assim tao inverosimel)? Ficamos a 5 pontos e com o seguinte calendario:

Feirense x Beira-Mar
Beira-Mar x Gondomar
Portimonense x Beira-Mar
Beira-Mar x Fátima
Gil Vicente x Beira-Mar

Nas 3 jornadas seguintes apo's a proxima jornada, o Rio Ave tem:

Rio Ave x Estoril
Trofense x Rio Ave
Rio Ave x Varzim

O Vizela ainda vai 'a Vila das Aves e a Penafiel... etc...

E' ja' altura de atirar a toalha ao chao? O que se fez para apoiar a equipa na Povoa foi muito bom. Nao correu bem, mas nao podemos ganhar sempre. Nao desistam ja', embora agora sim a margem de erro seja zero.

Isto tudo, claro que nao invalida o que se disse sobre repensar o futuro.

Ao plantel desejo bom trabalho esta semana e a rapida melhora dos lesionados que muita falta fazem. Por favor nao deixem de acreditar.

P.S. a discussao do "entao porque e' que nao te candidatas tu?" e expectativas acerca do M1922 e' a meu ver vazia e opto por nao participar nela.

Anónimo disse...

Deus te oiça, lírico Dani. És bom a fazer contas mas mau a a calcular, digo eu. Espero estar enganado.
Zé da Trncha

Anónimo disse...

Caro Daniel,

Eu tb gostaria de acreditar, mas, tendo em conta as pontuações actuais, as projecções dizem que o um clube precisará de 52 ou 53 pontos para subir.

Ora, o Beira-Mar tem 34 pontos pelo que precisaria de fazer 18 pontos para almejar o melhor cenário (os tais 52 pontos), isto é precisaria de ganhar os 6 jogos que restam.

Infelizmente o sonho está preso por um fio muito muito muito ténue. Para o ano à mais.

PN disse...

Caro Daniel subscrevo o seu comentário. O cenário é mau, muito mau mesmo, no entanto penso que nao seja impossivel. Basta recordarmos o Vitoria Guimaraes na epoca transacta, onde fez uma recuperação fantástica. Como é logico é verdadeiramente imperativo a vitoria no domingo. O calendario que se segue nem é dos piores, tirando o jogo em barcelos. Vamos acreditar!