Arquivos

quarta-feira, 14 de maio de 2008

Compromisso!

Vimos por este meio informar que, após diligências efectuadas por membros do M1922, junto dos senhores Alberto Roque, Manuel Madaíl e Mano Nunes, estes três grandes Beiramarenses mostraram-se sensibilizados pela petição levada a cabo pelo M1922, bem como, no caso de não surgir uma outra solução, comprometeram-se a encontrar e a propor uma solução directiva para o clube.
-
Neste sentido, o M1922 agradece a todos os sócios a manifestação de apoio evidenciada através da petição, bem como, apela à presença dos associados do clube na Assembleia Geral de amanhã. [retirado do blogue do M1922]

12 comments:

Anónimo disse...

E se o caxide avançar com ou sem os 500 mil ca CMA?

Nuno Q. Martins disse...

Sr(a). Anónimo(a),

O texto é explícito quanto à sua questão.
Outros esclarecimentos aos sócios, remeto para a Assembleia Geral de logo à noite.

Cumprimentos.

Anónimo disse...

Nuno,

O Beira Mar é o reflexo do Cachide = instabilidade - Ora avança, ora recua.

M.L

Anónimo disse...

Paulo Sérgio deve confirmar saída do Beira-Mar
O treinador do Beira-Mar deverá confirmar, esta manhã, em conferência de imprensa, que não pretende permanecer em Aveiro apesar de ter mais um ano de contrato com o clube onde veio suceder a Rogério Gonçalves já com grande parte da época cumprida.
in Notícias de Aveiro

Anónimo disse...

Se o Cachide avançar está resolvida a crise directiva!
Caso não avance é que estes três sócios se comprometem a arranjar uma solução.
Será isso?
É que os "jornalistas", "escribas", "poetas", "escritores" dizem hoje na imprensa coisas bastante diversas.
Até já falam em presidentes de direcção...
Santa Paciencia

Anónimo disse...

Compreende-se a questão de princípio, colocada por Alberto Roque, Mano Nunes e Manuel Madaíl de só avançarem se não aparecer uma alternativa, nomeadamente uma que decorra da Direcção cessante que assim fica com a oportunidade de rectificar os inúmeros erros que cometeu nomeadamente a situação financeira dramática em que colocaram o clube. Contudo o que importa logo na Assembleia é, no caso de José Cachide avançar, questioná-lo sobre o compromisso que assume perante o Beira-Mar, os Beiramarenses e a região, porque em causa está não só o futebol, mas todo o clube e a sua actividade de serviço que presta à comunidade e com isto não se pode brincar. José Cachide e demais elementos da sua lista a avançarem tem, porque existe uma alternativa credível, responsabilidades acrescidas, não podem argumentar mais que tiveram que avançar porque eram a única solução, agora tem de ter um projecto e assumir um compromisso inequívoco de recuperação do Clube, mesmo que não o explicitem a opinião pública não lhes perdoará o insucesso. O que me preocupa no cenário duma CA com origem na Direcção cessante, é o facto de não ter creditos de confiança para mobilizar os actuais sócios, motivar os simpatizantes a aderir ao Universo societário do clube, motivar o tecido económico no necessário apoio, qualquer empresário pensa nas contrapartidas antes, e finalmente a situação complicada, que as declarações repetidas até à exaustão, sobretudo de J.Cachide, de responsabilização da CMA pelo actual momento do Clube, não indiciam, a um ano das eleições, um posicionamento favorável para a resolução dos créditos a favor do BM, o comum dos cidadãos entende estes créditos como subsídios encapotados ao futebol e isso custa votos, o Presidente da Camara com esta exposição pública estará sem condições negociais para encontrar uma solução com estes interlecutores. Mais logo veremos o que o futuro próximo reserva ao nosso Beira-Mar, que qualquer que seja a solução directiva, será sempre nos próximos tempos muito complexa.
Emídio Martins

Anónimo disse...

Bem, eu não acho que o Cachide e Artur Filipe sjam tontos ao ponto de não se apresentarem hoje com uma lista para a dita comissão.
É que se assim não for, lá se vão 3milhões, repito TRÊS MILHOES de euros a voar.
Fernando Silva

Anónimo disse...

Boa decisão Paulo Sérgio - tal Direcção tal treinador. Este paulo Sérgio não pára em lado nenhum, olha apenas para o seu umbigo e então antes de levar um pontapé no cu decidiu atirar-se à ria (digo enforcar-se quiçá no pinhal).
Atira-te ao mar e diz que te emperraram.
Sócio para logo á noite

Anónimo disse...

Louvável, tanto mais que o clube foi nitidamente armadilhado nos ultimos dias deixando pouca margem de manobra.
Tenho duvidas que se alguem conhecer a realidade actual e sobretudo depois de armadilhado haja coragem para assumir tais responsabilidades.
Foram inclusivamente elaborados documentos juridicos que obrigam o clube a pagar os financiamentos num prazo de duas semanas aos antigos dirigentes.
Uma trama passivel até de investigação policial, já que a delapidação do clube foi de tal ordem que é incompreensivel os actos ultimamente efectuados pelos ainda dirigentes do clube.
Atentado contra uma instituição de utilidade publica é:
Crime!
Lanço este repto para que seja esclarecido na assembleia geral já que por motivos de saude não me é possivel estar presente na Assembleia Geral de hoje.
LST

Anónimo disse...

Este Sr. Cachide é o MÁXIMO!

1º revela conversas privadas com o presidente da câmara.

2º vem para a rádio,desvendar negócios, e agora o bloco de esquerda admite avançar com queixa para o Ministério Público.

A coisa está bonita!

Anónimo disse...

+uma,
quem vai pagar ao Paulo Segio um ano e meio de contrato (200.000€)

Anónimo disse...

A herança é pesada.
A Nau está toda esqueirada, não sei mesmo se recuperável.
Domingos Maia