Arquivos

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Monumento à Incompetência

Foi construído para os jogos do "Euro 2004". Já lá vão, pois, sete anos. Até hoje,o EMA serviu para dois ou três jogos desse eurotorneio, para uma ou duas supertaças nacionais e um ou dois jogos da selecção portuguesa. De resto, tem sido o SC Beira-Mar a dar-lhe uso e a sofrer as consequências de uma infra-estrutura desadequada à sua dimensão clubística.

Vozes discordantes em relação ao EMA há muitas. Bem como à sua utilização por parte do emblema "auri-negro". Um político aveirense, com responsabilidades e deputado da nação, chegou a sugerir a implosão do "monstro" do IP5.As críticas ao estádio são imensas e as razões são variadas.

Face a isso, pergunto eu: onde estão os defensores do "gigante multicores"? Onde estão as pessoas que tinham projectos claros e bem definido para o EMA e envolvência geográfica? Onde estão os que ponderaram e equacionaram o seu uso no período "post- europeu"?
Certamente que essas pessoas poderiam explicar a todos como deveria ter sido dada sequência à obra. E também por que ficou incompleta.

Não acredito que tenham pensado apenas em realizar por lá dois jogos. Se assim fosse ( e não estaria nada mal!), seria construído como um "Lego" e no final do "Europeu", desmontado. Mas não foi assim. Sinceramente, estou farto de ouvir opiniões dissonantes e não ouço uma única a favor, de forma devidamente fundamentada. Exigia-se ouvir quem o defendeu e projectou. Mas esses emudeceram.

Em que sentido é que o EMA contribuiu para o desenvolvimento do desporto aveirense? Que melhorias trouxe ao SC Beira-Mar? Que vantagem para os jovens da cidade? E para a população em geral? O que tem aquele "monumento" de bom, afinal? Talvez para os gestores e funcionários dessa empresa pública seja bom. E, consequentemente, mau para o erário público.

Se na zona que circunda o EMA fossem construídas as infra-estruturas fundamentais: campos de treino, academia para os jovens, pavilhão multiusos e piscina, começava a fazer algum sentido. Se, paralelamente, existissem por ali centros comerciais, hotéis, promoção de actividades lúdico-desportivas, culturais e artísticas, aí, sim, o EMA/PDA tinha razão de existir e acidade agradeceria. Desse modo, a rede pública de transportes sentiria necessidade de operar regularmente até lá. Era uma nova centralidade a nascer.Mas até o PDM está "contra"!

Assim, da forma em que está, por mim poderia ser implodido, desactivado, desmontado, feita qualquer coisa para o eliminar. Não serve para o SC Beira-Mar, não serve para a cidade, não serve para ocupar a juventude a interessar-se pelo desporto, não serve para a população em geral. Por isso, a sua existência não faz sentido. É um sugadouro de dinheiro e um monumento à incompetência de quem o mandou erigir sem pensar nas consequências. Assim será, para mim, até ao dia em que os defensores da sua construção venham a terreiro demonstrar por "a+b" que havia objectivos e projectos, mas que alguém os boicotou.

16 comments:

Anónimo disse...

Deus queira. Eu sou voluntário para ajudar a deitar abaixo com uma marreta.

Anónimo disse...

Também podem contar comigo, ajudo no que for preciso :)

Anónimo disse...

Temos de ser realistas o problema no estadio não está na dimensao, mas na localização. Veja-se o exemplo de guimaraes, o estadio e mesmo no centro da cidade. Tenho la familia e de qualquer ponto da cidade de chega facil e rapidamente ao estadio seja a pe ou de autocarro.

S.Cruz disse...

podemos fechar e fazer um oceanario :PPPPPPPPPPPPPPP

Anónimo disse...

O problema não é o estádio, está na teimosia do modelo de gestão imposto.
Um modelo sem qualquer objectivo estratégico.
Borges Coutinho

Anónimo disse...

Concordo plenamente com o Jorge.
Não é só o PDM que está contra, é também a incompetência, a incapacidade, a indiferença, e mais não digo.
Para agravar a situação vão acrescentar e ajudar à missa, as portagens. Quem de Aveiro, Barra, Vagueira, Vagos e Costa Nova vem ver um jogo, pagará 1€ de portagem(ida e volta), já não falando das gentes que vêm do lado Norte.
De certeza que projectos havia para rentabilizar aquele elefante branco e de certeza que alguém os boicotou.
Agora temos a crise e as desculpas da crise e na crise
E coragem de assumir e fazer. Onde está?

Anónimo disse...

Se tivessemos inteligencia davamos o exemplo na aplicação do PEC, bastava para isso extinguir a empresa EMA.
É dolorosa o custo para os cidadãos de Aveiro e ver os trabalhadores a passearem o dia todo, sem culpa, a culpa é dos responsaveis politicos. Isto custa quase um milhão por ano.
Tó Sá

Anónimo disse...

E voltarem de imediato para o estádio antigo antes que o clube acabe.

Anónimo disse...

A mensagem do Lucas Pacioli, foi censurada? Assim não vamos lá.

Jorge Santos disse...

Nenhuma mensagem foi censurada

Anónimo disse...

Não pertenço ao blog, mas quero alertar relativamente a censuraa que o problema deve estar no blog mesmo e não nos seus líderes. Não se trata de censura, mas também já me aconteceu várias vezes enviar um comentário e ele não é enviado. Se eu arrastar de novo a informação da janela, é possível ver que a mensagem não foi enviado. Só quando eu envio a 2ª vez é que ela é enviada.

Anónimo disse...

Mas agora temos um apoiante inesperado no acesso ao estádio. Depois das posições assumidas no passado sempre contra o Beira Mar, que surpresa ontem ao vê-lo na SIC tão preocupado com as portagens para se chegar ao mastodonte de Taboeira que foi erguido pela Câmara do tempo do reinado das cores dele...As coisas que algumas pessoas fazem à procura de protagonismo...

Anónimo disse...

A EMA serve para justificar muita coisa.

S.Cruz disse...

Anónimo disse...
Não pertenço ao blog, mas quero alertar relativamente a censuraa que o problema deve estar no blog mesmo e não nos seus líderes. Não se trata de censura, mas também já me aconteceu várias vezes enviar um comentário e ele não é enviado. Se eu arrastar de novo a informação da janela, é possível ver que a mensagem não foi enviado. Só quando eu envio a 2ª vez é que ela é enviada.

08:30

Ora isto acontece me sempre.

Anónimo disse...

Censuram comentários agora?

Será por ter falado mal do clube do Estado?

Anónimo disse...

Não. Deitar abaixo nunca. Não somos tolinhos.Eu já lá assisti a campeonatos de xadrez...a concertos...de certeza que vai aparecer alguem com uma ideia extraordinária...pôrra é da nossa universidade de Aveiro que estão a sair os maiores crânios em todas as áreas...os maiores idEotas...recuso-me a aceitar que Aveiro não tem ideias...a não ser a básica ideia da destruição pela destruição.Agora também é verdade que ainda não apareceu ninguem com tomates para dizer claramente ao "povo" o verdadeiro motivo porque não vamos para o velhinho Mário Duarte. é LÁ QUE ESTÃO AS NOSSAS CORES, É LÁ QUE ESTÁ A ALMA BEIRAMARENSE, É LÁ QUE O BEIRA-MAR TEM VIDA